06 de maio, de 2022 | 10:00

Possível greve dos trabalhadores do transporte público será definida semana que vem

Débora Anício
Sindicato aguardará um posicionamento da Saritur sobre reajuste salarialSindicato aguardará um posicionamento da Saritur sobre reajuste salarial

Após o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Coronel Fabriciano (Sinttrocel) declarar estado de greve, uma audiência virtual entre a entidade e a Saritur, com mediação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), foi realizada nesta quinta-feira (5). A situação chegou a este ponto em razão do impasse nas negociações da campanha salarial dos trabalhadores do transporte rodoviário urbano do Vale do Aço. No encontro ficou acordado que uma nova mediação ocorrerá na próxima quarta-feira (11). Até lá, o sindicato aguardará um posicionamento da concessionária do transporte coletivo.

No dia 4, a Saritur entrou na Justiça contra o Sinttrocel solicitando intervenção do TRT, que atendeu ao pedido. A empresa ingressou com um pedido de liminar para que não haja greve, por considerar que o serviço é essencial. O presidente do Sinttrocel, Marlúcio Negro, informou ao Diário do Aço que as partes foram ouvidas durante a audiência e ficou definido um prazo para a empresa apresentar uma proposta, até a próxima segunda-feira, dia 9.

“O desembargador César Pereira da Silva Machado Junior concordou com o pedido do sindicato e designou outra audiência virtual para o dia 11, às 14h. O Sinttrocel concordou e deixou registrado em ata que o prazo para que a Saritur apresente uma proposta que atenda ao anseio dos trabalhadores é, no máximo, até o dia 9”, explica.

Caso a empresa não faça uma proposta, a partir da audiência que vai ocorrer no dia 11, o Sinttrocel convocará os trabalhadores para assembleia, na qual será definido sobre a greve. “O sindicato, mais uma vez, deixou registrado que está aberto para o diálogo, mas diante da truculência da empresa, a diretoria não dará mais prazo após o dia 9. Existe uma negociação em nível de estado, convenção inclusive já fechada. O Sinttrocel não abrirá mão de nenhum percentual que foi discutido e aprovado e, principalmente, não abrirá mão de nenhum percentual do que foi negociado com a Univale, que pertence à base territorial do Sinttrocel, acordo aprovado e já com diferença salariais pagas”, ressalta Marlúcio.

Estado de greve

O Sinttrocel declarou o estado de greve na última segunda-feira (2). Conforme a entidade, todas as empresas no estado de Minas Gerais, incluindo a Univale, apresentaram contraproposta que foi aceita pelos trabalhadores, com a assinatura dos acordos e pagamento dos salários já reajustados relativo ao mês de março e abril/2022. No entanto, até o dia 2, e após duas rodadas de negociações, não houve avanço nas discussões com as empresas Saritur e Acaiaca com relação às reivindicações dos trabalhadores.

As empregadoras alegam não ser possível apresentar uma contraproposta antes de uma discussão com o Executivo dos municípios, cuja reunião está agendada para o dia 9 de maio.

Tarifa

Conforme divulgado pelo Diário do Aço na quarta-feira, a concessionária do transporte urbano em Timóteo, Saritur, encaminhou à administração municipal um pedido de correção no preço da tarifa dos ônibus urbanos. O ofício foi protocolado no dia 10 do mês de março passado. Atualmente em R$ 4,20, a passagem poderá chegar a R$ 5,38, caso seja acatado o índice de 31,26% pedido pela empresa.

A reportagem do Diário do Aço apurou que um pedido com índices idênticos foi protocolado também junto à administração municipal de Coronel Fabriciano. Consta na planilha da concessionária a alegação que a tarifa do ônibus urbano não é reajustada há três anos, período em que insumos como o óleo diesel acumulam aumentos na casa dos 105%.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Patric

06 de maio, 2022 | 12:55

“População deveria andar de bicicleta, bairros em Timóteo e Fabriciano tudo perto uns dos outros”

Envie seu Comentário