26 de janeiro, de 2022 | 11:55

Denúncia de tráfico resulta na prisão de suspeito no distrito Cachoeira do Vale, em Timóteo

Divulgação Polícia Militar
Além das drogas, os PMs apreenderam mais de R$ 3 mil e material utilizado para embalar entorpecentesAlém das drogas, os PMs apreenderam mais de R$ 3 mil e material utilizado para embalar entorpecentes

Policiais militares prenderam um homem de 29 anos e identificaram o irmão dele, de 34 anos, como envolvidos em um tráfico de drogas na avenida Minas Gerais, no distrito de Cachoeira do Vale, em Timóteo. Cocaína e maconha foram apreendidas, na tarde de terça-feira (25), na residência dos denunciados de forma anônima para a PM por diversas vezes no Disque Denúncia Unificado (DDU), telefone 181.

O Diário do Aço apurou junto aos policiais que existiam seis DDUs contra os irmãos no Cachoeira do Vale. Os policiais militares realizaram um monitoramento da casa dos suspeitos, por meio de vídeos e fotografias, quando se observou a entrada e saída de pessoas usuárias no local. Algumas das vezes, os PMs viram a entrega de dinheiro dos clientes com o recebimento da droga adquirida.

Na tarde de terça-feira, depois de juntarem provas contra os denunciados, desencadearam uma operação para abordá-los. Primeiro, os policiais pararam um usuário de drogas que havia saído da casa dos suspeitos. O homem de 40 anos, ao ser interceptado na avenida Belo Horizonte, foi revistado e apreendido um pino contendo cocaína.

Com a descoberta da droga, este abordado confessou ter comprado da droga por R$ 50 na mão de P.O.S., de 29 anos. As equipes deram sequência na operação e cercaram a casa dos suspeitos na avenida Minas Gerais.

Os policiais viram P.O. descendo uma escada, vindo da casa onde mora o irmão dele, o P.S.O.S., de 34 anos. Ele notou a chegada dos PMs e correu para o interior da residência de sua mãe. Depois de ir para os fundos, pulou uma janela e acessou o lote dos vizinhos correndo até a rua João Pedreiro, onde acabou preso.

A casa onde mora P.O. foi revistada e lá foram localizadas, uma porção de cocaína e três pinos dentro de uma tomada falsa na sala. Uma porção de maconha foi recolhida sobre a geladeira, além de R$ 110 em cima de uma bancada na cozinha.

Os policiais queriam entrar na casa de P.S., mas o irmão dele disse que não tinha a chave, apesar de ter sido visto, minutos antes da abordagem, vindo do local. Por uma janela, os PMs conseguiram acessar o imóvel e abriram a porta.

Na gaveta, na mesa de cabeceira, foram aprendidos 36 pinos com cocaína e ainda uma porção maior da mesma droga. No guarda-roupa foi apreendida a quantia de R$ 3,5 mil junto a diversos pinos vazios, objetos usados para vender a cocaína. Um cartão de papel com anotações, possivelmente da venda do entorpecente, também foi encontrado e apreendido pelos policiais militares.

O detido não quis falar sobre o material e o dinheiro encontrados pelos policiais, permanecendo em silêncio. A mãe dele teria dito aos policiais que não possui renda e que os filhos não exercem atividade remunerada.

Os PMs verificaram que, apesar da alegação da mulher, os dois imóveis estão sendo reformados e há móveis e eletrodomésticos de alto valor. P.O. e o homem detido por uso de entorpecentes foram encaminhados para o plantão da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Ipatinga.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário