14 de janeiro, de 2022 | 17:29

Filó Incubadora Cultural viabilizou mais de R$ 1,2 milhão em produções na região

Divulgação
Trabalhos solos, e também coletivos, de videodança receberam apoio para serem produzidosTrabalhos solos, e também coletivos, de videodança receberam apoio para serem produzidos

A Filó Incubadora Cultural - Ponto de Cultura e Flux Cia. de Dança encerrou o ano de 2021 com intensa produção cultural, por meio de serviços de elaboração de projetos, captação de recursos e prestação de contas. Com apoio da Lei Aldir Blanc e do Fundo Estadual de Cultura, assessorou dezenas de agentes e entidades culturais da região do Vale do Aço que tiveram seus projetos culturais aprovados. No total, os recursos arrecadados somaram R$ 1,272 milhão na realização de ações e eventos que possibilitaram a contratação, de forma direta e indireta, de 533 profissionais da cadeia produtiva do setor cultural.

O coordenador-geral da Filó Incubadora Cultural - Ponto de Cultura, Carlos Passos, ressalta que desde 2020, com o início da pandemia, “o setor cultural se viu desafiado” por ser um dos mais afetados pela necessidade dos protocolos de prevenção contra a covid-19. Em sua avaliação, “a aprovação da Lei Aldir Blanc permitiu que agentes culturais, que já estava há mais de um ano com suas atividades interrompidas, pudessem ter um respiro de sustento e, também, foi necessário alcançar agentes culturais que historicamente pouco se relacionavam com as políticas, incluindo aqueles que nunca tinham recebido apoio estatal para suas atividades”.

“É interessante olhar, também, pela perspectiva da economia da cultura ao analisarmos que a Filó Incubadora Cultural, uma única entidade de Ipatinga, conseguiu viabilizar por meio de seus serviços de elaboração de projetos culturais e captação de recursos, mais de R$ 1,2 milhão para o setor cultural do Vale do Aço. Ou seja, são recursos não só para nós, agentes culturais, mas também para os setores comerciário, de transporte, alimentação, hotelaria, entre outros. Isso só prova como investir em cultura é potente tanto para a produção de conhecimento cultural quanto para a geração de economia geral de uma região”, argumenta.

Divulgação
O grupo assinou projetos culturais próprios, com profissionais e artistas da regiãoO grupo assinou projetos culturais próprios, com profissionais e artistas da região

Projetos

A Filó Incubadora Cultural - Ponto de Cultura e Flux Cia. de Dança, por meio da Lei Aldir Blanc, também realizou seis projetos culturais de sua autoria, sendo:

Ponto de Cultura: 1ª Mostra Cultural da Filó, exibição de videodança, bolsas para microprojetos e oficina de prestação de contas e projetos culturais.

Mercado Livre na Dança - 6ª Edição: apresentações de trabalhos de dança contratos de várias regiões do país.
Corpografias - 6ª Edição: apresentações de trabalhos culturais contratados.

3º Cabaré Cultural da Filó: apresentações de trabalhos culturais contratados.

Dança para quem não quer enxergar: apresentação de um trabalho coreográfico da Flux Cia. de Dança.

Uma Historinha Sem Nenhum Sentido: apresentação de um trabalho coreográfico da Flux Cia. de Dança.

As atrações têm classificação livre, são gratuitas e podem ser acessadas pelo canal do Youtube: https://www.youtube.com/c/FILÓINCUBADORACULTURALPONTODECULTURA

Serviço social

Integrante da Rede de Assistência Humanitária Emergencial Covid-19, em 2021, a Filó Incubadora Cultural - Ponto de Cultura realizou a entrega de 235 cartões de vale alimentação de R$ 600 para famílias em situação de vulnerabilidade social em Ipatinga, por iniciativa da Fundação Vale, do WFP (Programa Mundial de Alimentos), da Ação da Cidadania e Arebeldia.

Os agentes culturais e empreendedores que desejarem realizar parcerias para execução de projetos culturais na região, com apoio da Filó Incubadora Cultural - Ponto de Cultura podem entrar em contato com Carlos Passos pelo telefone/zap (31) 98892-0784 ou pelo e-mail: [email protected]
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário