05 de janeiro, de 2022 | 14:44

Iniciada instalação de usina fotovoltaica no Hospital Dr. José Maria Morais

Informações da assessoria de comunicação da Cemig
Divulgação
Serão instalados cerca de 156 módulos fotovoltaicos, distribuídos em uma área de aproximadamente 345 m², num custo total de R$ 258 milSerão instalados cerca de 156 módulos fotovoltaicos, distribuídos em uma área de aproximadamente 345 m², num custo total de R$ 258 mil


O Hospital Dr. José Maria Morais, em Coronel Fabriciano, vai receber um sistema de geração solar fotovoltaica, por meio do projeto Cemig nos Hospitais. As obras foram iniciadas em dezembro e devem ser concluídas nos próximos meses. Esse projeto é uma iniciativa da Cemig, por meio do seu Programa de Eficiência Energética, e tem o objetivo de levar novas tecnologias sustentáveis para os hospitais que, com as ações de eficiência juntamente com a geração de energia, terão seus custos reduzidos, informou a companhia.

A geração solar fotovoltaica é uma tecnologia sustentável, que utiliza a energia solar para conversão em energia elétrica. A partir de um recurso energético natural e abundante, ela contribui para a redução dos impactos ambientais, pois sua operação não emite poluentes na atmosfera, sendo considerada uma fonte de energia limpa e renovável.

“Essa iniciativa também contribui para o desenvolvimento econômico em toda a sociedade, uma vez que fomenta o uso de tecnologias mais eficientes, a geração de emprego e renda em toda a cadeia produtiva e oferece maior dinamismo para o Sistema Interligado Nacional, que opera todo o sistema elétrico, reduzindo a dependência da geração hídrica, que está muito sujeita ao regime de chuvas”, informa Neander Geraldo Resende Lima, coordenador do projeto Cemig nos Hospitais.

Usina

Nesta ação, o investimento previsto para o hospital de Coronel Fabriciano é de aproximadamente R$ 285 mil. Serão instalados cerca de 156 módulos fotovoltaicos, distribuídos em uma área de aproximadamente 345 m². A usina terá a potência instalada de 75 kWp, com expectativa de geração de 128 MWh/ano de energia. Essa energia é suficiente para atender a 89 residências mineiras.

O Hospital Dr. José Maria Morais recebeu também outras ações de eficiência energética, como a substituição de autoclave e do sistema iluminação.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário