02 de dezembro, de 2021 | 18:45

PRF apreende cerca de 50 quilos de cloridrato de cocaína em veículo envolvido em acidente na BR-381

Apreensão gerou prejuízo calculado em R$ 8,56 milhões para o tráfico de drogas

Com informações da Ascom PRF-MG
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 47,7 quilos de cloridrato de cocaína em um Chevrolet Cobalt na manhã desta quinta-feira (2/12) em São Joaquim de Bicas.

O veículo estava envolvido em um acidente ocorrido horas antes, no km 508 da BR-381, com 12 veículos entre caminhões, carretas e automóveis. Quando a viatura da PRF chegou ao local do acidente não encontrou ninguém no veículo destruído. Os destroços estavam abandonados por seu ocupante.

Ao vistoriar o automóvel, com placas de Belo Horizonte, a equipe observou que ele possuía diversos compartimentos secretos. Neles foram localizados 50 tabletes contendo o cloridrato de cocaína. O documento do veículo e de seu proprietário estavam dentro do porta-luvas. O homem está sendo procurado pela PRF.

Apreensão gerou prejuízo de R$ 8.586.000,00 para o tráfico de drogas. A droga será encaminhada para a Polícia Civil de Betim.



Divulgação PRF
Destroços estavam abandonados no local do acidente e no interior de carro envolvido foram apreendidos tabletes de cocaína pura Destroços estavam abandonados no local do acidente e no interior de carro envolvido foram apreendidos tabletes de cocaína pura


Divulgação
Apreensão gerou prejuízo de R$ 8.586.000,00 para o tráfico de drogasApreensão gerou prejuízo de R$ 8.586.000,00 para o tráfico de drogas


Tabletes estavam acondicionados em compartimentos secretos do Cobalt destruído Tabletes estavam acondicionados em compartimentos secretos do Cobalt destruído
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário