30 de novembro, de 2021 | 17:13

Últimas visitas guiadas do ano à Estação Pedra Mole

Gustavo Lyra/Divulgação
Projeto do grupo Boca de Cena promove educação patrimonial e valorização dos bens tombadosProjeto do grupo Boca de Cena promove educação patrimonial e valorização dos bens tombados

Conhecer o Patrimônio Histórico e Cultural de Ipatinga é mais uma forma de valorizar a memória do Vale do Aço. Com essa proposta, o projeto Pedra Mole - Estação das Artes promove visitas guiadas à Estação Pedra Mole, e a última sessão deste ano acontece no próximo domingo (5), às 9h e às 14h. A iniciativa promove educação patrimonial e valorização dos bens tombados, contando com o patrocínio da Usiminas e o apoio do Instituto Usiminas, numa realização do Grupo Teatral Boca de Cena com o Governo de Minas Gerais, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

A visita guiada à primeira estação ferroviária do Vale do Aço é conduzida pela intervenção “Retrato de trem”, que reúne histórias, resgate de memórias, teatro e música para que o público conheça esse importante bem tombado de Ipatinga. O elenco traz Mari Antonacci, Bárbara Pavione, Daniela Alves, Luis Yuner e Cláudio Oliver.

O projeto Estação das Artes propõe uma agenda de atividades artísticas e culturais, que inclui visitas guiadas gratuitas. Para 2022, estão previstas novas sessões das visitas guiadas, voltadas para escolas, oficinas de educação patrimonial para educadores e um concurso de redação. O objetivo é perpetuar o conhecimento acerca do patrimônio cultural de Ipatinga, incentivando a comunidade a conhecer e multiplicar parte importante da história do Vale do Aço.

Patrimônio preservado

A Estação Pedra Mole foi fundada em 1922, às margens do rio Piracicaba, entre os bairros Cariru e Castelo, em Ipatinga. Tombada pelo patrimônio histórico e cultural de Ipatinga, as Ruínas da Estação Pedra Mole receberam revitalização em 2019, em cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre a Usiminas e o Minstério Público de Minas Gerais, com projeto aprovado pelo Ministério Público e pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico de Ipatinga (Comphai).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário