25 de novembro, de 2021 | 06:08

Vítima de acidente na BR-381 em Naque era de Dom Silvério

CBMMG/Reprodução
Vanderson Aparecido Miranda Pena perdeu o controle do Celta e bateu frontalmente contra Mitsubishi Vanderson Aparecido Miranda Pena perdeu o controle do Celta e bateu frontalmente contra Mitsubishi

Foi trasladado para a cidade de Dom Silvério, no Vale do Rio Piranga, na região de Ponte Nova, nesta quarta-feira (24), o corpo de Vanderson Aparecido Miranda Pena, de 41 anos, que morreu vítima de um acidente por volta das 20h de terça-feira (23), no Km 248 da BR-381 em Naque, conforme já noticiado pelo Diário do Aço.

Vanderson conduzia um Chevrolet Celta de cor prata, com placas de Paraty, no Rio de Janeiro, quando invadiu a contramão da rodovia e atingiu frontalmente um Mitsubishi Pajero prata, com placas de Ipatinga.

As causas do acidente ainda serão definidas pela perícia da Polícia Civil. Testemunhas afirmam, entretanto, que o condutor do Celta trafegava pela BR-381, quando invadiu a contramão no Km 248, na saída de Naque para Governador Valadares, e atingiu a Pajero. O condutor do Celta morreu na hora.

Nos trabalhos da perícia da Polícia Civil foi encontrada a Carteira Nacional de Habilitação de Vanderson Aparecido Miranda Pena, de 41 anos. Ele era de Dom Silvério, no Vale do Rio Piranga, e seu corpo foi reconhecido por familiares que foram ao Instituto Médico-Legal(IML) em Ipatinga nesta quarta-feira, quando o corpo foi liberado para o traslado.

Acidente deixou três feridos

Com o impacto do Celta, o condutor da Pajero, de 22 anos, ficou sem controle da direção. O carro saiu da pista e foi parar à margem da rodovia. O motorista e ainda dois passageiros, de 31 anos e outro de 22 anos, saíram com ferimentos variados e foram socorridos por equipes, do Corpo de Bombeiros e do SAMU.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]co.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário