24 de novembro, de 2021 | 16:35

Trecho de rua no Horto será interditado para instalação de interceptores de esgoto

Divulgação
 Governo municipal já realiza obras de recapeamento em vias com rede de coleta concluída Governo municipal já realiza obras de recapeamento em vias com rede de coleta concluída

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) de Ipatinga informa que um trecho da rua Caviúna, no bairro Horto, será interditado a partir desta quinta-feira (25) para obras de adequação no sistema de esgoto. De acordo com o município, a previsão é de que o serviço no local se prolongue pelos próximos 15 dias.

Segundo a Secretaria, a interdição na via será feita entre a rua Palmeiras e a avenida Castelo Branco, com suspensão do trânsito no período de 7h as 17h. No local, estão sendo instalados interceptores de esgoto.

A recomendação é que todos que precisarem passar pelo local tenham atenção redobrada e se orientem pelas sinalizações colocadas nas proximidades da obra para evitar acidentes.

Nova rede e novo asfalto

As intervenções no bairro Horto são para viabilizar uma nova rede de esgotamento sanitário, solucionando assim um problema crônico no núcleo habitacional e comercial, que é o mau cheiro exalado e, algumas vezes, o transbordamento de detritos pelas bocas de lobo.

Como não foi construída originalmente uma rede própria para o esgoto doméstico, ele vem sendo lançado há anos na rede pluvial. Em épocas chuvosas, a situação se tornava ainda mais insustentável, e o drama será resolvido com um projeto em execução pelo governo municipal.

Além da rede sanitária própria e implantação dos interceptores, foi construída uma Estação Elevatória na confluência das ruas Jequitibá e Palmeiras. A função desse equipamento é bombear o esgotamento sanitário até a Estação de Tratamento (ETE) da Copasa no bairro Amaro Lanari.

Algumas das vias onde a nova rede de esgoto foi implantada já estão sendo recapeadas pela administração pública. Os recursos para as obras são oriundos da Fundação Renova, como compensação por danos provocados pelo acidente ambiental ocorrido em Mariana, em novembro de 2015, em cidades da bacia hidrográfica do Rio Doce.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário