22 de novembro, de 2021 | 14:23

Senadores votarão PL do piso da enfermagem nesta quarta-feira

Divulgação
Presidente do Coren/MG, Bruno Farias e o deputado Celinho Sintrocel acompanham a votação com atençãoPresidente do Coren/MG, Bruno Farias e o deputado Celinho Sintrocel acompanham a votação com atenção

Deverá ser votado nesta quarta-feira (24) o Projeto de Lei 2564/2020, do senador Fabiano Contarato (Rede-ES), que estipula o piso salarial para os trabalhadores da área da enfermagem. Se aprovado, o novo piso salarial da categoria será de R$ 4.570,00 para enfermeiros e R$ 3.325,00 para técnicos e auxiliares de enfermagem.

O deputado estadual Celinho Sintrocel (PCdoB) informa que acompanha com grande interesse a votação da matéria que, segundo ele, impactará diretamente na tramitação do Projeto de Lei 1032/2015, de sua autoria, que cria o Piso Salarial Estadual da Enfermagem. Além do piso, o Celinho é autor também do PL 691/2015, que assegura uma jornada de 30 horas semanais para os trabalhadores da enfermagem em Minas Gerais.

Celinho lembra que o presidente do Coren/MG, Bruno Farias, tem lutado pela aprovação do piso salarial em votação no Senado e também para levar adiante o PL das 30 horas que já foi aprovado no Senado, mas que deverá ainda passar pela análise da Câmara dos Deputados.

“Ambas as proposições são importantes para os trabalhadores da área da enfermagem e junto ao Coren de Minas temos acompanhado com grande interesse a tramitação das matérias no Congresso Nacional. Eles terão impacto na tramitação dos nossos projetos na Assembleia e torcemos muito pela aprovação no Congresso, pois trata a questão em nível nacional”, salientou Celinho.

O deputado resgata ainda que, em diálogo com o presidente do Coren/MG, solicitou a implantação de uma subseção da entidade no Vale do Aço. “O presidente Bruno Farias reconheceu a necessidade e nos afirmou que a entidade tem interesse nesta possibilidade, pois fortalece a organização da categoria na região”, concluiu.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário