20 de novembro, de 2021 | 09:00

Controle da ansiedade e nervosismo é fundamental para encarar o Enem, afirma psicóloga ipatinguense 

Arquivo pessoal
Pollyanne Hemétrio salienta que na véspera do Enem é importante que o candidato faça atividades de lazer, alimentação saudável, técnicas de respiração e atenção plenaPollyanne Hemétrio salienta que na véspera do Enem é importante que o candidato faça atividades de lazer, alimentação saudável, técnicas de respiração e atenção plena

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 começa a ser aplicado neste domingo (21). As notas da prova podem ser usadas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), sendo um meio de acesso ao ensino superior público, além de outras funcionalidades. Devido a essa importância, os candidatos precisam tomar cuidado com a ansiedade e o nervosismo, de modo que não atrapalhem seus resultados. O alerta é da psicóloga clínica Pollyanne Hemétrio, que atua em Ipatinga, em entrevista ao Diário do Aço.

Neste primeiro dia de prova, os participantes farão questões de linguagens, ciências humanas e redação. No segundo, dia 28, matemática e ciências da natureza. Para enfrentar essa prova, que é praticamente uma maratona, a psicóloga Pollyanne Hemétrio ressalta que a ansiedade está entre os grandes vilões. “Como é uma oportunidade anual e de grande importância para ingresso em várias universidades, acaba gerando também muita expectativa, além da pressão pelo bom resultado”, destaca. 

Conforme a psicóloga, nesta véspera do Enem, é fundamental que os candidatos consigam controlar a ansiedade e o nervosismo, para que não percam a concentração. “Para não deixar a ansiedade atrapalhar o desempenho do aluno é importante que ele utilize esse tempo da reta final para fazer atividades de lazer, alimentação saudável, técnicas de respiração e atenção plena (Mindfulness). Esta última ajuda a manter o foco e equilibrar as emoções”, enfatiza. 

Orientação profissional

Após o resultado do Enem, os candidatos precisarão escolher qual curso superior e universidade que irá se candidatar pelo Sisu. Para isso, Pollyanne Hemétrio ressalta que para realizar esta escolha, é importante se conhecer e refletir sobre o que se espera de sua vida profissional, buscando informações sobre as profissões e universidades. “A orientação profissional é uma alternativa em caso de dúvida de qual profissão escolher”, salienta. 

Desempenho insatisfatório 

Caso o aluno não tenha um resultado satisfatório no Enem, a psicóloga também orienta como ele poderá enfrentar essa situação da melhor forma possível. “Neste caso é necessário avaliar o desempenho deste ano e buscar estratégias para melhorar para o próximo ano. Importante reconhecer também quando precisamos buscar ajuda profissional. Técnicas adequadas de estudo e acompanhamento psicológico podem ajudar no desempenho do aluno”, disse. 

Polêmicas 

Em relação às polêmicas recentes envolvendo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), como alteração de questões da prova e pedidos de demissão de funcionários, a psicóloga orienta que os candidatos tomem cuidado ao ficarem acompanhando essas notícias. “É importante reconhecer todo o contexto do Enem, mas é preciso também ter foco no exame e não deixar que isso influencie no desempenho”, pontua. 
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário