15 de outubro, de 2021 | 17:37

Outubro Rosa mobiliza unidade de saúde de Santana do Paraíso

Divulgação
Evento na unidade do Residencial Paraíso contou com a presença de dezenas de mulheres Evento na unidade do Residencial Paraíso contou com a presença de dezenas de mulheres

Em 2019, o Brasil registrou 18.068 mortes por câncer de mama, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Este é o principal tipo da doença que leva mulheres a óbito no Brasil e no mundo, o que torna ainda mais importante as campanhas do Outubro Rosa, mês de conscientização sobre a prevenção do câncer de mama e do câncer de colo do útero.

Como parte da programação da campanha do Outubro Rosa em Santana do Paraíso, a unidade de saúde do bairro Residencial Paraíso realizou uma série de atividades na manhã desta sexta-feira (15), com mulheres usuárias da unidade, com foco na prevenção. O evento também teve como público-alvo as usuárias da unidade do bairro Veraneio, informou o governo local.

A conscientização é fundamental, haja vista que cerca de 13% dos casos de câncer de mama em mulheres com mais de 30 anos poderiam ser prevenidos por meio de atividade física, aleitamento materno, pela não exposição ao consumo de álcool e pelo não excesso de peso, de acordo com o Inca. Contudo, o autoexame e a iniciativa de procurar as unidades de saúde para a realização da mamografia também devem ser prioridade para as mulheres, conforme orienta Josiane Cristina, enfermeira responsável pela unidade de saúde do Residencial Paraíso.

“Nosso intuito com o evento desta sexta-feira foi abordar o Outubro Rosa, especialmente sobre o câncer de mama, que é um dos cânceres que mais mata mulheres no país. Por isso abordamos a necessidade do autocuidado e de as mulheres sempre estarem procurando o ginecologista. É preciso procurar a unidade de saúde para fazer o exame anual de mamografia, que é o exame precoce”, pontua.

A enfermeira alerta, ainda, que embora o autoexame, por meio do toque, seja indispensável, ele não pode substituir a mamografia, que deve ser realizada regularmente. “Mesmo se tocando e não sentindo o nódulo, as mulheres devem procurar a unidade de saúde para fazer o exame precoce, porque nódulos menores não são palpáveis. Só o exame pode detectá-los. Se o câncer for detectado de forma precoce, a chance de a mulher ter uma vida saudável após o tratamento é de 80%”, afirma Josiane.

Exames zerados

O evento desta sexta na unidade do Residencial Paraíso reuniu dezenas de mulheres e começou com um café na manhã. Na sequência, houve palestras de conscientização sobre a necessidade do autocuidado e do exame precoce de mamografia, ministradas ginecologista e obstetra Nália Alcântara e pela psicóloga Cristiane Freitas, do Núcleo de Apoio à Saúde de Família (NASF) de Santana do Paraíso.

O vice-prefeito, Oliveirinha, marcou presença no evento e representou o prefeito Bruno Morato, que cumpria outra agenda oficial. Oliveirinha destacou que a Administração Municipal tem feito a sua parte, visto que a Prefeitura zerou a fila de espera por exames de mamografia.

A secretária municipal de Saúde, Maria Aparecida Acipreste, e a vereadora Claudimar Alves também marcaram presença no evento da unidade do Residencial Paraíso, que foi organizado pela enfermeira Josiane Cristina, pela médica Amanda Dalcol e a enfermeira da unidade do Veraneio, Patrícia Cristina. No final do evento, houve sorteio de brindes para as mulheres presentes.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário