14 de outubro, de 2021 | 08:00

Brasil e Uruguai se enfrentam na Arena Amazônia

Lucas Figueiredo/CBF
Seleção treinou no estádio com a presença da torcidaSeleção treinou no estádio com a presença da torcida

Depois de empatar com a Colômbia em a 0 a 0 no último domingo (10), a seleção brasileira encara o Uruguai nesta quinta-feira (14), às 21h30, na Arena da Amazônia, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 (Catar). O Brasil é o líder da disputa com 28 pontos e o Uruguai ocupa a 4ª posição, com 16.

Nos treinos dessa semana, a comissão técnica comandada por Tite dividiu os atletas em duas equipes para poder passar os conceitos táticos e forma completa para todos os jogadores. O treinamento de movimentações ofensivas e defensivas foi realizado separadamente, mas de forma igual. O primeiro time foi formado por Emerson, Lucas Veríssimo, Thiago Silva e Alex Sandro; Fabinho, Fred e Lucas Paquetá; Raphinha, Gabriel Jesus e Neymar Jr. Já o segundo grupo era formado por Danilo, Lucas Veríssimo, Marquinhos e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Gerson (Edenílson) e Everton Ribeiro; Gabi, Artur Cabral (Vinicius Junior) e Antony.

O zagueiro Éder Militão, que sofreu uma pancada no jogo contra a Colômbia e precisou ser substituído, não participou da atividade. Ele fez um trabalho individualizado com a fisioterapia.

Para o zagueiro Thiago Silva, que completou 100 jogos defendendo a seleção na última partida, deverá ser um jogo muito difícil contra o Uruguai. “É uma partida diferente de todas as outras pela rivalidade. Sabemos das dificuldades desse jogo. Sabemos que contra o Uruguai não tem jogo fácil. Tem que ter muita força mental pela questão extracampo, provocação. Temos uma grande comissão técnica, que nos prepara para essas situações. Temos tido resultados positivos contra essa seleção”, comentou o jogador do Chelsea.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário