07 de outubro, de 2021 | 14:09

Quadrilha que distribuía cédulas falsas de real é desarticulada

Divulgação PF
Quadrilha age desde 2012 e polícia já recolheu R$ 6,7 milhões em cédulas falsas Quadrilha age desde 2012 e polícia já recolheu R$ 6,7 milhões em cédulas falsas
(Agência Brasil)
A Polícia Federal desarticulou nesta quinta-feira (7), uma organização criminosa especializada na fabricação, comercialização e distribuição de cédulas falsas, além de lavagem de dinheiro.

As cédulas eram oferecidas "em pacotes" e comercializadas via grupos de WhatsApp, páginas de venda online, entre outros métodos.

De posse da informação da atuação da quadrilha foi deflagrada a Operação J029, da Polícia Federal e cumpridos seis mandados de prisão e 18 de busca, nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Também foram apreendidos veículos e executado o bloqueio de contas bancárias dos envolvidos.

“A investigação apurou que a organização atua desde 2012. Nesse período, foram apreendidas 75 mil cédulas produzidas pelo grupo, totalizando R$ 6,7 milhões falsos colocados em circulação. Nos últimos anos, o grupo se utilizava da compra de mercadorias, principalmente celulares e eletrônicos, em plataformas de negociação de produtos usados, para repassar o dinheiro falso”, detalhou a PF em nota enviada à imprensa.

O líder da organização, que não teve a identidade revelada, considerado um dos principais falsificadores de moeda do Brasil, estava foragido desde 2016 e foi preso no fim de julho pela Polícia Federal. Ele já havia sido condenado pela Justiça Federal pelo mesmo crime, após ser preso e indiciado pela PF.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário