07 de outubro, de 2021 | 13:29

Piso salarial de profissionais da Enfermagem é discutido em Minas

Divulgação
Deputado Celinho se reuniu com presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Minas GeraisDeputado Celinho se reuniu com presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais

O andamento do PL 2.564/2020, do senador Fabiano Contarato (Rede-ES), que prevê um piso salarial nacional para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem da rede pública e privada, além de parteiras, foi tema de discussão nessa semana. O deputado estadual Celinho Sintrocel (PCdoB) visitou o Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais (Coren-MG) para uma reunião com o presidente da entidade Bruno de Souza Farias.

Na ocasião, o parlamentar lembrou que o desfecho no Congresso Nacional sobre o PL impactará diretamente na tramitação do Projeto de Lei 1032/2015, de sua autoria, que cria o piso salarial estadual da Enfermagem. “Vou ajudar no processo de aprovação, conversando com os deputados e senadores mineiros para que eles ajudem nas articulações para que o piso vá à votação ainda este ano”, disse Celinho.

Segundo o presidente do Coren-MG, “Nosso desejo era aprovar o Projeto ainda no primeiro semestre, mas ele não foi pautado. Agora corremos contra o tempo para que o PL seja considerado prioridade e entre na pauta de votações antes do recesso. Creio que já reunimos as condições para avançar em um acordo que viabilize a aprovação da matéria”.

Celinho destacou que “para mim, o piso é um reconhecimento mínimo dos profissionais que estão salvando pessoas e arriscando a própria vida no dia a dia na linha de frente do combate à covid. É preciso valorizar a categoria não só com palavras, mas com gestos efetivos”.

Na oportunidade, os participantes da reunião acertaram alguns encaminhamentos a serem realizados em conjunto. Ao final, o deputado reiterou o atendimento de uma antiga demanda da Enfermagem e de seus profissionais: a instalação de uma subseção do Coren-MG no Vale do Aço. O presidente Bruno reconheceu a necessidade e revelou que vem estudando esta possibilidade.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário