04 de outubro, de 2021 | 17:22

Timóteo adere ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção

Divulgação
O corregedor-geral de Timóteo, Humberto de Souza Abreu, explica como funciona o programaO corregedor-geral de Timóteo, Humberto de Souza Abreu, explica como funciona o programa

O Município de Timóteo aderiu ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC), uma proposta adotada pela Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (ENCCLA) com coordenação e execução das Redes de Controle nos Estados, patrocinada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pela Controladoria-Geral da União (CGU). A adesão do município ocorreu em 20 de setembro, segundo explica o corregedor-geral de Timóteo, Humberto de Souza Abreu.

Entre as ações de transparência, ele cita a transmissão em tempo real de todas as licitações públicas para a aquisição de insumos e serviços por meio das mídias sociais oficiais da Prefeitura de Timóteo; a ampliação da equipe da Corregedoria municipal para o acompanhamento de processos administrativos; o aprimoramento da fiscalização na gestão de contratos; o projeto de modernização da Ouvidoria Geral e do controle interno, dentre outras ações que estão em andamento.

A adesão de implantação do PNPC segue algumas etapas. A primeira possibilitou a geração de um relatório de diagnóstico de suscetibilidade à corrupção, por meio do preenchimento voluntário de uma autoavaliação. Esse estudo servirá de base para a próxima etapa do Programa, que consiste na construção de um plano de ação contendo as práticas adequadas às necessidades do Município de Timóteo, visando à melhoria contínua dos mecanismos de prevenção à corrupção e fraudes.

Também serão oferecidos, por meio da plataforma digital e-Prevenção, orientações e modelos para a implantação de controles adequados para cada realidade, utilizando as melhores práticas em integridade pública e gestão de riscos. Como resultado dessa iniciativa também será instituído um Código de Ética e de Conduta voltado para os servidores públicos municipais.

Para o prefeito Douglas Willkys, “a adesão ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção traz uma série de benefícios ao gestor público, além de reforçar o nosso compromisso com a integridade da administração pública, garante maior segurança na tomada de decisões e evita desperdício de recursos”.

Com a adesão, a Prefeitura recebeu da Rede de Controle da Gestão Pública o selo de participante além do acesso ao sistema e-Prevenção, para auxiliar as organizações públicas e diagnosticar suscetibilidade à corrupção e a melhorar os sistemas institucionais de prevenção.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário