17 de setembro, de 2021 | 10:00

Requerimento de visto pode ser adiantado, mesmo com o consulado dos EUA fechado para entrevistas

Muitos brasileiros têm como destino favorito os Estados Unidos da América. Muitos aproveitam as férias para viajar para o país e curtir seus principais pontos turísticos. No entanto, com a pandemia de covid-19, ficou mais difícil fazer isso por causa das restrições impostas aos viajantes, que começam desde o procedimento de tirar o visto estadunidense. As entrevistas presenciais no consulado dos Estados Unidos estão suspensas para turistas por enquanto, porém, todo o processo pode ser adiantado.

Em entrevista ao Diário do Aço, gestores de agências de turismo em Ipatinga explicaram como é feito o atendimento para seus clientes que desejam tirar o visto estadunidense e destacaram a importância de adiantar todo esse processo. Conforme a gestora da agência O Giro Turismo, Edilene Lopes, no momento atual é preciso ter muita cautela para não causar falsas expectativas nas pessoas que estão com o desejo de viajar para fora.

“Desde que a pandemia de covid-19 começou, em março de 2020, o consulado dos EUA não fechou as portas em nenhum momento. Atualmente temos quatro consulados no Brasil, que ficam em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Brasília. E nós temos contato com o consulado todos os dias por meio de e-mails e de preenchimento de formulários”, explicou.

Entrevista suspensa
Tiago Araújo
Edilene Lopes destacou que as entrevistas no consulado dos Estados Unidos continuam suspensas para turistas Edilene Lopes destacou que as entrevistas no consulado dos Estados Unidos continuam suspensas para turistas

Em relação às entrevistas presenciais no consulado estadunidense, Edilene Lopes relatou que foram suspensas no decorrer da pandemia, já que o serviço causa aglomeração de pessoas, com filas que dificultam o cumprimento das medidas de prevenção contra o coronavírus. “Por exemplo, o consulado estadunidense em São Paulo recebia, em média, três mil pessoas por dia. Com isso, cria-se uma longa fila, mesmo tendo marcação de horários para atendimento, causando aglomeração, o que é não permitido por causa da pandemia. Dessa forma, as cidades não tinham como receber essas pessoas e a entrevista presencial teve que ser cancelada”, ressaltou.

Retomada com exceções

Conforme Edilene Lopes, a partir do avanço da vacinação contra a covid-19 no Brasil e a aproximação do retorno das aulas nos Estados Unidos no segundo semestre, onde muitos estudantes brasileiros estudam, a entrada deles começou a ser liberada no país e o consulado retomou as entrevistas para esse público, assim como para jornalistas. “Dessa forma, as pessoas que se encaixam nessas categorias começaram a ter acesso às entrevistas no consulado, que continuam suspensas para turistas. No entanto, conseguimos realizar o agendamento de entrevistas para quem quer viajar para os Estados Unidos no próximo ano, com previsão a partir de julho de 2022”, explicou.

Orientação

Apesar da entrevista no consulado estar suspensa para o turista, Edilene Lopes informou que na agência O Giro Turismo os clientes que têm o desejo de viajarem para os EUA são orientados a iniciarem o procedimento para solicitação do visto estudanidense. “Nós atendemos essas pessoas com planejamento de viagem para o próximo ano e fazemos as três primeiras etapas da solicitação do visto. Aí quando conseguirmos agendar a entrevista da pessoa, nós cumprimos a quarta etapa com ela, que é a preparação dela para a entrevista no consulado. Mas isso só vai acontecer no momento que já estiver com a data marcada, porque não adianta preparar a pessoa hoje, sendo que vai fazer a entrevista em janeiro de 2022, por exemplo. O ideal é fazer a preparação dela dias antes da entrevista”, pontuou.

Realidade
Tiago Araújo
Juny Coelho dos Santos aconselha as pessoas que vão tirar o visto estadunidense a terem muito cuidado e calma Juny Coelho dos Santos aconselha as pessoas que vão tirar o visto estadunidense a terem muito cuidado e calma

A gestora da Intertur Viagens, Juny Coelho dos Santos, também explicou como é feito o atendimento aos seus clientes que desejam solicitar o visto estadunidense para viajar para os Estados Unidos. “Como o consulado permanece fechado para entrevista de turistas, agora vamos começar a ter o seguinte comportamento: nós entregamos um formulário para a pessoa preencher, de acordo com as nossas orientações. Além disso, nós temos contato com uma despachante de confiança, que fica em Belo Horizonte, e que está no mercado há muitos anos, nos ajudando nesse processo de tirar o visto. Dessa forma, nós fazemos um elo entre a agência, a despachante e o cliente que deseja tirar o visto”, contou.

Calma

Devido à situação atual, provocada pela pandemia, Juny aconselha as pessoas a terem muito cuidado. “O pessoal pode ficar muito calmo nesse momento, principalmente, para quem vai pegar o visto pela primeira vez. Não sabemos quando esse processo vai voltar ao normal. Então se a pessoa tiver o visto negado, ela vai ser prejudicada. Portanto, estou falando para meus clientes para se acalmarem, porque se o seu visto é negado, depois para conseguir tentar de novo vai ser muito complicado”, alertou.

Procura intensa por informações



Tiago Araújo
Aleirton Soares relatou que há uma procura intensa por informações acerca das viagens para os Estados Unidos Aleirton Soares relatou que há uma procura intensa por informações acerca das viagens para os Estados Unidos
Conforme o gestor da Fox Turismo, Aleirton Soares, atualmente há uma intensa procura em sua agência sobre o processo de tirar o visto diante da situação atual do consulado dos EUA. “Foram divulgadas algumas notícias informando que o consulado está aberto, mas nós temos uma forma de trabalhar diferenciada. Nós analisamos o perfil do cliente e explicamos para ele que está aberto para determinado público, como estudante e jornalista. Dessa forma, se é o visto de turista que deseja, não está tendo atendimento presencial para isso. Em nossa agência, temos alguns clientes que estão agendados desde o início da pandemia para a entrevista no consulado e que já foram reagendadas para este ano, mas, infelizmente, até outubro deste ano já foram canceladas as entrevistas novamente. Então como pode ter notícias que afirma que o consulado está aberto para clientes de turismo?”, questiona.

Atenção com as exigências antes de viajar


Para o público que está permitida a entrada nos Estados Unidos, como estudantes e jornalistas, Aleirton Soares ressalta que é preciso prestar bastante atenção, antes de viajar, nas exigências do país. “Por exemplo, tem que ficar atento com as vacinas contra a covid-19 que são aceitas e o tempo de quarentena. Além disso, o cartão de vacina exigido não é entregue pela Unidade Básica de Saúde (UBS), e sim um cartão internacional. Portanto, antes de viajar, procure um profissional de turismo das agências do Vale do Aço, que são credenciadas, para obter melhores informações”, concluiu.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário