16 de setembro, de 2021 | 07:21

Adolescente é alvo de tiros na praça Marília no Veneza II, em Ipatinga

Wellington Fred
O local onde o jovem caiu baleado fica a poucos metros de sua residênciaO local onde o jovem caiu baleado fica a poucos metros de sua residência

Um adolescente de 17 anos foi baleado pelo menos oito vezes na noite de quarta-feira (15) na praça Marília, no bairro Veneza II, em Ipatinga. O menor de idade teria sido atraído por uma pessoa e foi até o campo na praça onde o crime foi praticado por duas pessoas em uma motocicleta. O atirador, que estava na garupa, usou uma pistola calibre 380 para balear o jovem na cabeça e no braço.

O atentado ocorreu por volta de 21h, conforme apurações da Polícia Militar no local do crime. O jovem teria sido chamado em casa por um indivíduo conhecido por “Paralisia”. O adolescente e esta pessoa saíram rumo à praça, localizada em frente a sua residência.

Neste momento chegaram dois indivíduos em uma motocicleta não identificada. Um deles desembarcou do veículo e foi até o adolescente. Esta pessoa estava com uma arma e abriu fogo contra o alvo, que caiu atingido pelos projéteis. A dupla fugiu em seguida na moto. O outro indivíduo, que havia chamado o jovem, saiu do local em uma bicicleta.

Uma equipe do SAMU foi acionada para socorrer o adolescente que se encontrava consciente e foi levado para o Hospital Márcio Cunha, onde ficou internado. Os médicos informaram aos policiais que o jovem foi atingido sete vezes no braço direito e uma vez na cabeça. Hospitalizado, ele seria submetido a um exame de tomografia computadorizada.

No momento da chegada dos policiais, populares entregaram um cartucho deflagrado e outro intacto de calibre 380. O perito da Polícia Civil recolheu no local, onde caiu a vítima, seis cartuchos deflagrados da pistola usada no atentado. No bolso da bermuda do adolescente, que foi retirada pelos socorristas do SAMU para atendimento da vítima, foi apreendida a quantia de R$ 87.

As equipes da PM saíram em busca aos autores, porém sem sucesso até o momento. Um segundo suspeito foi identificado e seria morador do bairro Planalto, mas ele não foi encontrado. Este indivíduo teria sido detido no fim do mês passado com um veículo furtado logo depois de disparar uma arma de fogo na praça Marília, porém sem atingir qualquer pessoa na ocasião.




MAIS FOTOS

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Oliveira

18 de setembro, 2021 | 22:29

“Mais um guerreiro que se foi.
Descanse em paz galego.
A comunidade ficará um pouco mais tranquila.”

Envie seu Comentário