15 de setembro, de 2021 | 16:24

Serão instalados 598 radares nas estradas mineiras

Alex Ferreira/Arquivo DA
Implantação de novos equipamentos em trechos sob responsabilidade do DER-MG ocorrerá de forma gradativa e com ampla divulgação, garante EstadoImplantação de novos equipamentos em trechos sob responsabilidade do DER-MG ocorrerá de forma gradativa e com ampla divulgação, garante Estado

A ordem de início para novos contratos de 598 radares que serão instalados nas rodovias estaduais sob a responsabilidade do Estado foi entregue na terça-feira (14), pelo diretor-geral do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), Robson Santana. A informação é do governo estadual.

Com a conclusão da concorrência pública que teve como objetivo a instalação, operação e manutenção dos equipamentos novos e já existentes, o Departamento poderá ampliar o número de locais fiscalizados, passando dos atuais 467 para 1.065 pontos.

Neste primeiro momento, os trabalhos estão voltados para a continuidade do monitoramento dos locais onde já havia equipamentos e para a atualização e implementação de tecnologias previstas nos novos contratos.

Prazos

Nas próximas semanas, o DER-MG solicitará à empresa contratada a realização dos levantamentos necessários para instalação dos radares nos novos locais. Tão logo seja garantida a continuidade das ações, o Departamento passará a expandir os pontos, sendo que a entrada em operação dos novos radares só acontecerá, como de costume, após ampla divulgação dos locais, em modo educativo dias antes do início definitivo.

Robson Santana comemorou o incremento dos serviços oferecidos à população. “Com a ampliação dos contratos de fiscalização eletrônica de velocidade, além de inibirmos o desrespeito à lei em um número maior de rodovias, estamos contribuindo para o aumento da segurança viária nos trechos sob a responsabilidade do Estado. Os investimentos são de R$ 104 milhões para os primeiros 30 meses de contrato, que podem ser prorrogados por igual período”, completou o diretor-geral.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Carvalho

16 de setembro, 2021 | 11:42

“Se o dinheiro das multas dos radares escondidos fossem para reformar os caminhos que chamam de rodovias seria justo mais o bando de ratos não deixao nas próximas eleições darei meu voto”

Pedro Celestino Drumond Magalhães

16 de setembro, 2021 | 09:45

“Infelizmente, o que acontece é mais um assalto ao contribuinte.
Meios de arrecadação/assalto só aumentando, para manter os três poderes; melhorias para a população zero.
Pensem em não reeleger nenhum dos atuais ocupantes de cargo público.
REELEIÇÃO ZERO.”

Ricardo

16 de setembro, 2021 | 08:49

“Quando o homem não tem limites morais e respeito ao próximo, (trânsito tbm é educação) a melhor punição é bater no bolso. TÁ CERTO!!”

Zé Ruela

15 de setembro, 2021 | 22:41

“Zema querendo arrecadar pra reeleger... Infiltrou um monte de parente nas empresas contratada a mando do NOVO na CEMIG... Pilantra, igual todos. De novo não tem nada...”

Grasiany Fernandes

15 de setembro, 2021 | 19:36

“A incompetência da gestão pública é enorme de não conseguir construir estradas compatíveis, seguras e devidamente sinalizada. Então, esbarra na ineficiência e cria a indústria da multa que forma de arrecadação, e onde dinheiro da recadação sobre multas deveria ser revertidos em melhoria das estradas. Más, sabemos que isso não acontecerá porque acaba arrecadação sendo desviada para outras finalidades.”

Weliton

15 de setembro, 2021 | 18:22

“Ta corretíssimo tem que ter radar de pelo menos 1000 em 1000 metro.”

Warlei Soares de Godoy

15 de setembro, 2021 | 17:01

“Acho um tremendo desrespeito como povo mineiro d, deveriam pegar estes 104 milhões e recapar nossas estradas”

Envie seu Comentário