13 de setembro, de 2021 | 14:29

Deputado federal protocola pedido de CPI para investigar facada de Bolsonaro

Reprodução de vídeo
Em 6 de setembro de 2018, o então candidato Bolsonaro sofreu um atentado, que pode virar algo de investigação na Câmara Em 6 de setembro de 2018, o então candidato Bolsonaro sofreu um atentado, que pode virar algo de investigação na Câmara

Após publicação do documentário “Bolsonaro e Adélio - Uma fakeada no coração do Brasil”, no fim de semana, o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) anunciou que protocolou na Câmara um pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o atentado sofrido pelo então candidato Jair Bolsonaro em Juiz de Fora, um mês antes das eleições de 2018.

Em publicação feita no Twitter na manhã desta segunda-feira (13), o deputado diz: “Estou agora na primeira hora protocolando pedido de abertura da CPI da Facada. Estou convencido de que foi uma armação. Aproveitaram a doença que esse sujeito tinha na época e criaram essa narrativa do atentado. Ele foi de 8 segundos de Tv para 24 horas de Tv”.

No documentário, o jornalista investigativo Joaquim de Carvalho, do site de notícias Brasil 247, acompanha todo o episódio da facada e aponta supostas incoerências e falhas de segurança e de investigação.

Após ser alvo da facada em 2018, desferida por Adélio Bispo, Bolsonaro não participou de nenhum debate presidencial e teve sua exposição aumentada em todos os meios de comunicação. Para muitos, a facada foi importante para a eleição de Bolsonaro.

Entre diversas questões levantadas no documentário, o jornalista mostra fotos que Adélio fez de ambientes em que Bolsonaro esteve e que não haviam sido previamente divulgados na imprensa; da presença de Adélio e de Carlos Bolsonaro num mesmo clube de tiro; dos seguranças que protegeram Adélio e que tempos depois foram promovidos, ganhando até cargos no governo.

No domingo (13), um dia depois do lançamento do documentário, o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, disse que se trata de fake News.

Atualmente, Adélio Bispo está preso na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS). Em junho de 2019, ele foi absolvido pela facada. A decisão foi proferida após o processo criminal que o considerou inimputável por transtorno mental. Na decisão, o magistrado responsável pelo caso decidiu também que ele deveria ficar internado em um hospital psiquiátrico por tempo indeterminado. No entanto, diante da periculosidade do acusado, Adélio permaneceu no presídio federal.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Sem Partido

14 de setembro, 2021 | 12:33

“Quwro saber quem bancou o Adelio”

Marcelo Costa

14 de setembro, 2021 | 10:51

“Bem, entendo que o povo brasileiro estava doido para se ver livre do PT em 2018, mas também acredito que se não fosse esse teatro da facada, esse homem jamais teria sido eleito. Fato.”

Amadeu

14 de setembro, 2021 | 10:35

“Bom dia,
Tem que investigar mesmo, esse cabra não levou nenhuma facada. Foi uma falcatrua e nem sangue derramou, belo teatro que fizeram pro brasileiro ver e acreditar.
OK”

Paulo

14 de setembro, 2021 | 07:07

“Realmente temos algumas perguntas sem resposta. Pq o presidente estava sem colete a prova de bala? Pq fizeram um corredor para Adelio entrar no estabelecimento? Como Adelio saiu sem um arranhão daquela confusão? Quem pagou advogado pra Adelio? E muitas outras dúvidas.”

Patriota

13 de setembro, 2021 | 19:46

“Já que CPI pode tudo, entao é só quebrar o sigilo do celular de Zanoni, advogado de Adelino Bispo, pra se saber quem o pagou para fazer a defesa do assassino.”

Patriota

13 de setembro, 2021 | 19:41

“Quem sabe se, com essa CPI do Fruta, digo Frota, não desvendam o que todos os brasileiros de bem queremos saber: quem financiou o atentado contra a vida de nosso querido presidente Jair Bolsonaro?”

Carlos Roberto Martins de Souza

13 de setembro, 2021 | 18:58

“Seria um *Facanews"? Deste canalha, Boçal t, pode se esperar de tudo, afinal, depois do batismo no Jordão por um pastor criminoso, não dá para acreditar em mais nada desta anta.”

Deysimar de Cássia Valadares

13 de setembro, 2021 | 17:55

“Investiga sim pq não existiu facada nenhuma, nunca vi uma pessoa levar facada e não sair uma gota de sangue.”

Guima

13 de setembro, 2021 | 17:01

“ESTE SUJEITO QUE FOI ELEITO A CUSTA DO BOLSONARO, INFELIZMENTE TEMOS QUE AGUENTAR ESTE SUJEITO . TOTALMENTE SEM NOÇÃO.”

Cidadão

13 de setembro, 2021 | 16:43

“Esses deputados não tem nada pra fazer não? Eu trabalho todo dia! Pago meus impostos rígidamente.
Chora e aceita turma de ptzada”

Envie seu Comentário