11 de setembro, de 2021 | 10:26

Exposição de figurinos celebra os 13 anos da Casa Laboratório

Divulgação
Em 13 anos de atividades, acervo apresenta peças representativasEm 13 anos de atividades, acervo apresenta peças representativas

A Associação Espaço Cultural Casa Laboratório abriu, no último sábado (4), no segundo andar do Shopping Vale do Aço, sua primeira exposição de figurinos. A mostra faz parte da comemoração de aniversário da companhia e reúne o acervo de quase 20 espetáculos que integram o repertório de 13 anos de existência. As obras estão disponíveis para visitação pública e gratuita até novembro deste ano.

A Casa Laboratório é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 2006, em Ipatinga, e reconhecida como “Ponto de Cultura” pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), com o objetivo de promover a arte e a cultura na Região Metropolitana do Vale do Aço e em Minas Gerais. A entidade realiza, desde 2008, uma programação permanente de atividades dedicadas à produção artística, promovendo estudos e experimentações, apresentações, intercâmbios culturais, formações e criações artísticas, mantendo uma programação permanente, reunindo em média de 95 mil pessoas em seus eventos anuais.

Ricardo Alves/Divulgação
A mostra apresenta um olhar afetivo sobre as produções do grupoA mostra apresenta um olhar afetivo sobre as produções do grupo
A exposição no shopping apresenta obras dos figurinistas Sérgio Coelho e Jaine Campos, além do arquiteto e curador da mostra, Joab Sangi, que foram figurinistas residentes da Casa Laboratório por vários anos. Conforme João Carlos Cardoso, diretor do Casa Laboratório, a ideia é apresenta ao público a forma que eles se conheceram: vestindo aquelas “roupas”. Ele também diz que “revisitar o acervo da Casa, é uma forma de olhar com afeto para o percurso e construir novos projetos para o futuro”.

Para o arquiteto Joab Sangi, a construção da linguagem do projeto artístico se deu na tentativa de que a exposição ofertasse algum tipo de experiência para o público. Assim, como o teatro oferta. “O intuito foi que os figurinos pudessem apresentar uma história ao público, estimular no público o desejo de saber mais sobre a vida daquele personagem. Que a plateia pudesse criar uma vida para aquele corpo, aquela roupa. O resultado do projeto é uma exposição interativa e poética. Uma narrativa que traz à luz não só os personagens ficcionais, mas esses três protagonistas reais da história de 13 anos de dedicação às artes vivas do corpo, de um grupo de artistas do interior de Minas Gerais”, descreve a produção da mostra.

Divulgação
O público pode conferir em detalhes as roupas usadas nos espetáculosO público pode conferir em detalhes as roupas usadas nos espetáculos
Estrutura

A exposição fica em frente ao Espaço Cultural Casa Laboratório, que está localizado no Shopping Vale do Aço e conta com uma estrutura composta por: uma recepção com hall de entrada amplo, secretaria, departamentos administrativo e de produção, almoxarifado, espaço criativo para produção de espetáculos (departamento de figurinos, cenários, adereços, ensaios e oficinas), biblioteca e espaço para exposições artísticas. A associação dispõe, também, de uma sala de espetáculos equipada para acessibilidade e com capacidade para até 300 pessoas, com palco, banheiros e camarins.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário