10 de setembro, de 2021 | 09:00

Escolas estaduais no Vale do Aço retomam reforço escolar em formatos presencial e remoto

Arquivo DA
A retomada das atividades do reforço escolar de forma presencial será realizada por adesão, ou seja, não será obrigatóriaA retomada das atividades do reforço escolar de forma presencial será realizada por adesão, ou seja, não será obrigatória

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG) autorizou que as atividades do reforço escolar desenvolvidas pelas escolas estaduais sejam realizadas, também, no formato presencial. No Vale do Aço as unidades de ensino que oferecem o reforço escolar para os alunos já estão retomando as atividades presenciais, no modelo híbrido. O quantitativo de escolas ainda será divulgado.

A superintendente regional de Ensino, Edvania de Lana Morais, informou ao Diário do Aço que desde o fim do primeiro semestre já havia algumas turmas de reforço escolar, mas só com atividades remotas. “Agora estamos com um quantitativo maior de vagas e retomando na forma presencial. A SRE oferta o reforço em 43 escolas considerando a primeira e segunda etapas. Para a terceira etapa, a Superintendência conta com a abertura de mais 25 escolas. As unidades de ensino selecionam de acordo com os critérios estabelecidos pela SEE”, explica.

Adesão

As atividades presenciais de reforço escolar ocorrerão em semanas alternadas. Em uma semana, o professor atenderá presencialmente os estudantes e, na seguinte, o atendimento permanecerá de forma remota, por meio do aplicativo Conexão Escola, no 6º horário ou no contraturno. Nas atividades presenciais, as turmas deverão ser organizadas, considerando-se o distanciamento previsto no protocolo sanitário da SES-MG.

Facultativo

A retomada das atividades do reforço escolar de forma presencial será realizada por adesão, ou seja, não será obrigatória, cabendo aos responsáveis pelo estudante optar por sua presença na escola ou por permanecer apenas no remoto.

Aulas diferencias

Os professores do reforço escolar deverão planejar aulas com atividades diferenciadas, a partir das habilidades foco do Currículo Referência de Minas Gerais (CRMG) e do Currículo Básico Comum (CBC) para o Ensino Médio, com uso de estratégias que valorizem os saberes e potencialidades dos estudantes em seus diferentes ritmos de aprendizado.

Público

No segundo semestre deste ano, o reforço escolar é direcionado aos alunos da rede estadual de ensino que estão no 6º ou 9º ano do ensino fundamental e no ensino médio e que estão em progressão continuada; apresentaram aproveitamento inferior a 60% em Língua Portuguesa e Matemática no primeiro bimestre; ou desistiram da escolarização no ano passado, mas voltaram este ano na campanha de Busca Ativa.

Aulas

São ministradas aulas voltadas para os conteúdos de Língua Portuguesa e Matemática. Cada escola poderá organizar a melhor forma de disponibilizar as aulas. Nos casos em que o estudante não tiver acesso à internet, a escola disponibiliza as atividades preparadas pelo professor de forma impressa.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Jorge

10 de setembro, 2021 | 11:04

“Primeira vez na história da sociedade brasileira, que ouvir falar de aula de reforço de maneira remota.”

Envie seu Comentário