08 de setembro, de 2021 | 14:39

Ponte Severo I tem cerca de 85% de toda a estrutura pronta

Divulgação
A frente de obras está localizada no km 295 da rodovia federal, no município de Antônio DiasA frente de obras está localizada no km 295 da rodovia federal, no município de Antônio Dias

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) afirma que a maior parte das obras na ponte sobre o Ribeirão Severo I, em Antônio Dias está concluída. A ponte muda o traçado atual da BR-381, em um trecho de tráfego considerado perigoso, sob o viaduto ferroviário. A empresa responsável pela obra aloca atividades de terraplanagem, contenção de terra armada e cimbramento (suportes provisórios para formas horizontais) da nova ponte.

Conforme nota divulgada pelo Dnit, a travessia já tem cerca de 85% de toda a estrutura pronta e vai abrigar, quando concluída, tráfego em duas pontes paralelas, com o sentido de fluxo individual duplicado. A frente de obras está localizada no km 295 da rodovia federal. Quando estiver concluída, a BR-381 que hoje passa sob a ponte ferroviária, passa a sobrepor o ribeirão severo, a estrada vicinal que dá acesso à barragem da Usina de Sá Carvalho e a linha férrea.

A ponte tem o diferencial de construção com a utilização de estruturas metálicas para compor as vigas de sustentação das pistas. “Esta solução de engenharia reduz o tempo de obra e os impactos ambientais, além de estimular a economia da região do Vale do Aço. Os vãos variam de 69 a 86 metros de altura, conforme o relevo abaixo da plataforma. As vigas recebem tabuleiro em concreto armado, com 9,2 metros de largura, e o revestimento asfáltico para compor a pista de rolamento”, informa o Dnit.

A ponte está no traçado projetado da BR-381 denominado Binário Piracicaba e é construída para vencer o Vale do córrego Severo, eliminando curvas e aclives da pista antiga. Desta forma, o novo trecho vai proporcionar mais segurança aos usuários da rodovia.

O lote 3.1 tem 13 quilômetros de pistas duplicadas e OAEs liberadas entre o km 297 ao km 310, com os túneis Antônio Dias e Prainha liberados ao tráfego de veículos. Das 12 OAEs previstas, nove estão concluídas, duas em andamento, faltando iniciar apenas a ponte do Ribeirão Prainha. Ao todo, o lote tem projeto de construção para seis pontes, quatro túneis, dois viadutos e uma passagem inferior (PI). Há, ainda, três binários projetados.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Joana

08 de setembro, 2021 | 18:31

“E quanto o aeroporto ninguem fala mais nada estamos em setembro e nada de voo para o vale do aco.alguem sabe alguma coisa?”

Envie seu Comentário