20 de julho, de 2021 | 19:00

Cemitério clandestino é descoberto em Governador Valadares

Polícia acredita que área em meio à vegetação era usada para descarte de corpos de pessoas executadas pelo crime organizado

Divulgação PCMG
Equipes da PM, PC,  Bombeiros Militares, cães farejadores, com ajuda de equipamentos e funcionários municipais atuaram na área do cemitério clandestino no meio do mato Equipes da PM, PC, Bombeiros Militares, cães farejadores, com ajuda de equipamentos e funcionários municipais atuaram na área do cemitério clandestino no meio do mato

Uma força-tarefa formada por policiais, Civis e Militares e Corpo de Bombeiros foi mobilizada nesta terça-feira (20), para atuar em um caso atípico, em Governador Valadares: investigar a existência de um cemitério clandestino nas proximidades da cidade.

Tudo começou quando moradores do bairro Atalaia fizeram a denúncia à polícia. Um cão farejador da polícia foi usado nas buscas e três ossadas humanas já foram encontradas. Possivelmente pertencem a dois homens e uma mulher.

A polícia acredita que o local foi usado para desovar corpos de pessoas assassinadas pelo submundo do crime, principalmente o tráfico de entorpecentes.

Titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida e Pessoas Desaparecidas, o delegado Márdio Bento Costa, diz acreditar que os restos mortais sejam de pessoas que teriam sido mortas em datas diferentes e foram levadas para o mesmo lugar.

Ao revirar a área de vegetação em busca de mais ossadas, outro cão farejador acabou encontrando um esconderijo de entorpecentes de traficantes que agem nos bairros ao redor do Pico Ibituruna.

Os trabalhos da polícia e bombeiros contaram também com a ajuda de funcionários municipais e de uma máquina escavadeira para revirar a terra na área apontada como o cemitério clandestino.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário