18 de julho, de 2021 | 13:20

PM Ambiental localiza aves silvestres e jabutis em cativeiro, em Ipatinga

Divulgação
Os animais eram mantidos em cativeiro sem a devida autorização de órgão ambiental competente Os animais eram mantidos em cativeiro sem a devida autorização de órgão ambiental competente
A Polícia Militar de Meio Ambiente apreendeu, no sábado (17), 10 aves e 12 jabutis da fauna silvestre que eram mantidos em cativeiro dentro de uma residência no bairro Esperança, em Ipatinga. O criador dos animais, de 46 anos, foi preso em flagrante por crime ambiental.

O relatório policial informa que após uma denúncia anônima sobre animais silvestres criados em cativeiro dentro de uma casa, uma equipe da PM de Meio Ambiente foi ao local verificar se procedia tais fatos citados. Quando os policiais chegaram à residência apontada na denúncia, L.S.S, de 46 anos, confirmou que em sua casa realmente havia alguns papagaios sem a devida autorização de órgãos ambiental.

Na residência, os policiais localizaram 10 psitacídeos (aves da família Psittacidae) em gaiolas penduradas na parede de um beco nos fundos da casa. Répteis conhecidos popularmente como “jabutis” também foram encontrados, sendo que alguns estavam soltos pelo chão e outros presos dentro de uma gaiola. Diante dos fatos, o criador L.S.S foi preso em flagrante por crime ambiental. Ele também foi multado em R$ 29.737,76 por manter animais silvestres sem a devida autorização do órgão ambiental competente, conforme o relatório policial.

No local foram apreendidos 12 jabutis e 10 aves, dentre elas, uma jandaia-coquinho, oito jandaias-maracanãs e um papagaio-verdadeiro. Os policiais também apreenderam um alçapão e armadilhas para capturar animal silvestre.

Os animais foram encaminhados para o Centro de Biodiversidade da Usipa (Cebus) para serem avaliados por um profissional qualificado e onde ficarão até um parecer do órgão ou autoridade competente.


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Edimir Rodrigues de Almeida

19 de julho, 2021 | 10:29

“Acho que tem que ser feito uma prisão longa e sem direito a fiança. A multa não tem efeito pelos valores o criminoso não tem condições de pagar, poderia ser penhorado os bens móveis com leilão imediato.”

Zé Carioca

19 de julho, 2021 | 07:07

“Esse povo não aprende. Lugar de animal silvestre (bicho selvagem) é na natureza. O que tem de passarinho, papagaio, e maritaca presos em gaiolas na cidade não é brincadeira. A multa e a cadeia tá pouca porque sempre tem um meliante sendo preso e outros aprisionando e vendendo pássaros e loja vendendo gaiolas.”

Envie seu Comentário