17 de julho, de 2021 | 09:55

Três suspeitos são presos após a apreensão de R$ 4 mil e 250 pedras de crack, em Ipatinga

Wellington Fred
Mais de R$ 4 mil apreendidos e cerca de 250 pedras de crack encontrados pelos policiais militaresMais de R$ 4 mil apreendidos e cerca de 250 pedras de crack encontrados pelos policiais militares

Em nova operação policial desencadeada na rua Cromo, no bairro Iguaçu, em Ipatinga, a Polícia Militar registrou a apreensão de mais de R$ 4 mil e ainda cerca de 250 pedras de crack no fim da tarde de sexta-feira (16). Um suspeito de movimentar o ponto de tráfico foi preso, M.V.G., de 29 anos, e ainda detidos mais duas pessoas que estavam comprando entorpecente no local.

As equipes da PM foram para a Cromo, rua onde já ocorreram diversas apreensões de drogas e prisões de traficantes, quando os militares avistaram três suspeitos. M.V. saiu correndo e jogou um objeto em uma casa abaixo da residência onde mora, na rua Carajás.

Em poder de C.S.P., de 42 anos, foram localizadas sete pedras de crack e com o mototaxista D.R.S., de 22 anos, foram apreendidas mais três pedras da mesma droga. Estes dois estariam em contato com M.V. para comprar o entorpecente apreendido durante o cerco policial e a suspeita da PM é que seria entregue na região do bairro Bethânia.

O objeto jogado pelo suspeito M.V., ao tentar escapar dos PMs, foi recolhido pelos policiais e se constatou que eram R$ 4.014 e ainda 244 pedras de crack, todas embaladas e prontas para a venda. O preso teria assumido aos policiais a propriedade do material encontrado e os três detidos foram apresentados ao plantão da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário