14 de julho, de 2021 | 16:42

Arquivo Público Mineiro faz 126 anos de fundação

Izabel Chumbinho/Divulgação
Uma das mais antigas instituições de Minas Gerais: acervo com mais de três séculos de históriaUma das mais antigas instituições de Minas Gerais: acervo com mais de três séculos de história

Em celebração aos seus 126 anos de fundação, o Arquivo Público Mineiro (APM) oferece uma programação temática virtual sobre a história da cozinha mineira. A premissa é que comer e cozinhar para comer, dois atos cotidianos, guardam práticas materiais, simbólicas e culturais que indicam as condições de sobrevivência dos grupos humanos e, também, o potencial criativo das sociedades. 

A programação inclui lives exibidas pelo canal da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) no YouTube. Nesta quinta-feira (15), das 14h às 16h, a oficina “Manuscritos na sala de aula: as possibilidades da Paleografia na Educação Básica” será realizada em parceria com a Oficina de Paleografia da UFMG. As informações para inscrição podem ser obtidas pelo e-mail: [email protected]

O Arquivo Público Mineiro é uma das instituições mais antigas de Minas Gerais, criado em 11 de julho de 1895 pela Lei Estadual nº 126. Inicialmente, funcionou em Ouro Preto até a transferência para Belo Horizonte, em 1901. Desde 1938, está sediado em um casarão na avenida João Pinheiro, e hoje compõe o Circuito Liberdade na capital mineira. O APM é responsável pela gestão de documentos do Executivo estadual, de interesses público e social, com acervo de milhares de itens que cobrem mais de três séculos da história de Minas Gerais em diversos formatos, como manuscritos, impressos, encadernados, fotografias, filmes e documentos digitais.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário