22 de junho, de 2021 | 10:56

Dupla armada assalta em propriedade rural em Marliéria

Vítima foi levada por criminosos e abandonada nas proximidades da portaria do Parque Estadual do Rio Doce

Alex Ferreira/Arquivo DA
Depois do roubo na propriedade do advogado Cacau, assaltantes fugiram levando a vítima pela MG-760 sentido a TimóteoDepois do roubo na propriedade do advogado Cacau, assaltantes fugiram levando a vítima pela MG-760 sentido a Timóteo

Dois bandidos armados invadiram uma propriedade rural, no começo da noite de segunda-feira (21), no povoado de Santa Rita, em Marliéria.

Uma das vítimas foi o advogado e ex-vereador timoteense, Antonio Carlos Cacau de Araújo, de 70 anos. Ele informou para a Polícia Militar que foi rendido em sua propriedade, Sítio do Cacau, por dois bandidos armados.

Cada um dos criminosos estava de posse de arma de fogo, aparentemente um revólver e uma pistola, e renderam duas pessoas no sítio, entre elas, o proprietário.

As vítimas tiveram as mãos amarradas com fitas de nylon e cabos de internet, levadas para a cozinha e obrigadas a ficarem deitadas.

Os criminosos passaram a exigir a quantia de R$ 200 mil que, segundo eles, sabiam que o advogado guardava no local. A vítima respondeu que não existia esse valor.

Os ladrões não acreditaram e passaram a revirar toda a residência, de onde recolheram um telefone celular. Sem encontrar o dinheiro que queriam, decidiram fugir em um veículo da vítima.

Cacau foi colocado no banco traseiro de seu Fiat Uno, no qual o advogado tinha acabado de chegar no momento do assalto. Um dos ladrões assumiu a direção e seguiu pela MG-760 rumo a Timóteo.

No caminho, entretanto, os bandidos abandonaram a vítima nas proximidades da entrada do povoado de Mundo Novo, ainda em Marliéria.

Policiais militares, que tinham sido acionados, faziam rastreamento e localizaram a vítima do roubo em um trecho da MG-760 próximo da portaria do Parque Estadual do Rio Doce, ainda com as mãos amarradas com cabos de internet. O Fiat Uno roubado foi localizado abandonado à margem da MG-760, na tarde de terça-feira (23). As buscas aos assaltantes ainda são realizadas por policiais militares.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário