17 de junho, de 2021 | 16:09

Dois homens suspeitos de tráfico são presos no Cruzeirinho, em Timóteo

Divulgação Polícia Militar
As porções de crack foram localizadas com os suspeitos de tráfico no CruzeirinhoAs porções de crack foram localizadas com os suspeitos de tráfico no Cruzeirinho

A polícia prendeu no fim da tarde de quarta-feira (16) dois homens por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas na rua 114, no bairro Cruzeirinho, em Timóteo. G.S.F., de 36, e P.C.M.S., de 32 anos, foram detidos com quase 100 pedras de crack prontas para a venda e outra grande que daria para a fabricação de dezenas menores. Uma adolescente de 13 anos, sobrinha de P.C, também foi detida.

Os policiais militares estavam com informações que G.S. e P.C. estavam traficando entorpecentes na esquina da rua 114, guardando as porções em pontos estratégicos na área. Os dois denunciados já têm passagens por tráfico de drogas.

Após um período monitorando os suspeitos, os policiais realizaram uma operação para abordá-los. Com G.S. foi apreendida a quantia de R$ 642 e com P.S., R$ 106. Junto ao meio-fio da rua, uma policial militar encontrou três pedras de crack enroladas com papel-alumínio.

P.C. tentou levar os PMs para a casa dos pais ao informar o endereço dele, mas os policias já sabiam que o indivíduo estava morando no bairro Quitandinha. No local estava a sobrinha dele, que segundo denúncias, estaria morando com o tio.

Em uma busca realizada na casa de P.C. foram localizadas 85 pedras de crack debaixo de um colchão, porções embrulhadas com papel-alumínio, igual às pedras encontradas na rua, e a quantia de R$ 363. A jovem disse aos policiais que se mudou com o tio há oito dias e negou que estivesse mantendo relações sexuais com ele, apesar de denúncias anônimas repassadas para a PM indicarem o contrário.

Moradores próximos contaram aos policiais que desde a mudança de P.C. para o Quitandinha, diversas pessoas passaram a procura-lo diariamente na residência. Uma outra equipe esteve na casa de G.S., onde se encontrou uma pedra grande crack que, fracionada, daria para fazer dezenas de pedras da droga para serem vendidas.

Os três detidos foram encaminhados para o plantão da delegacia de Polícia Civil, em Ipatinga. P.C por corrupção de menores e tráfico de drogas. G.S. recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e a adolescente também por ato infracional análoga ao tráfico.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário