17 de junho, de 2021 | 14:04

Força Nacional vai reforçar força-tarefa de buscas por assassino no Distrito Federal

Um grupo formado por 20 agentes da Força Nacional vai se juntar à força-tarefa que procura, há nove dias, por Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, o homem apontado como um assassino em série. A informação é do secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, que comanda a operação. Segundo ele, a oferta veio do Ministro da Justiça e Segurança Pública, o delegado Anderson Torres.

Cerca de 200 agentes, entre policiais civis, militares, agentes da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal atuam nas buscas. Questionado quando o reforço da Força Nacional chega, o secretário Rodney Miranda disse que não tem a data. As informações foram atualizadas durante coletiva na base de buscas, em Girassol, na tarde desta quinta-feira (17).

Hoje, policiais que atuam na tentativa de capturar Lázaro Barbosa concentram as buscas em um vale no distrito de Cocalzinho (Goiás). Lázaro é suspeito de ter assassinado uma família de quatro pessoas no Incra 9, em Ceilândia, na madrugada de quarta-feira (9/6). Desde então, Lázaro já trocou tiros com caseiros e com a polícia e consegue escapar do cerco policial de forma inexplicável.

Em entrevista ao jornal Correio Correio Braziliense, a mulher de Lázaro, que prefere não se identificar, diz estar estarrecida com a sequência de crimes violentos cometidos pelo companheiro. Ela diz que, se a polícia permitisse, gostaria de tentar convencê-lo a se entregar.

De estupros a tortura, os crimes de Lázaro Barbosa acumulam excesso de crueldade. Ele mantinha uma rotina de fugitivo desde que escapou da prisão, em 2018, quando cumpria pena por estupro.

Apesar de um histórico com uma série de crimes violentos, Lázaro era dissimulado e se passava por uma pessoa comum, a ponto de ter assumido o trabalho de vaqueiro na fazenda dos sogros do delegado-geral da Polícia Civil do DF, Robson Cândido. O imóvel fica em Girassol, região de Goiás onde, agora, Lázaro se esquiva da captura como um fantasma.


Ficha criminal de Lázaro



2007

Duplo homicídio em Barra do Mendes (BA): Lázaro confessa os crimes e é preso, mas escapa 10 dias depois. As vítimas são os trabalhadores rurais José Carlos Benício de Oliveira e Manoel Desidério Silva

2009

Roubo seguido de estupro: o acusado invade uma chácara no Sol Nascente, prende os moradores no banheiro e sequestra uma jovem de 19 anos. Lázaro leva a vítima para o Córrego das Corujas e a estupra. Preso dias depois em Pirenópolis (GO), é deixado na Papuda

2016

Ainda no complexo penitenciário, mas em regime semiaberto, Lázaro não retorna do Saidão de Páscoa e é considerado foragido

2018

Com um mandado de prisão em aberto pelo duplo assassinato na Bahia, é detido na Unidade Prisional de Águas Lindas (GO), mas foge em junho. As varas Criminal de Barra do Mendes e de Execuções Penais do Distrito Federal emitem novos pedidos de apreensão do acusado: um por homicídio qualificado, outro por estupro e roubo, respectivamente

26 de abril de 2021: estupra uma mulher de 39 anos no Sol Nascente; a confirmação da
autoria saiu no último dia 9

17 de maio de 2021: invade uma chácara no Incra 9. Ele amarra as vítimas, ordena que fiquem nuas e cozinhem para ele, ameaçando-as com um revólver e uma faca

9 de junho de 2021: é suspeito de matar três pessoas da família Vidal Marques, que morava próximo ao endereço invadido dias antes. A quarta integrante é encontrada morta com um tiro três dias depois
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Antonio Dimas Guedes Otoni

18 de junho, 2021 | 13:41

“Bota fogo na floresta que o Lázaro saí, é só pedir autorização ao ministro SALLES, ele adora destruir, tá destruindo a Amazônia, botar fogo aí para o SALLES é moleza.”

Messi José

18 de junho, 2021 | 07:53

“O psicopata Lázaro, ainda irá fazer muita vergonha na polícia brasileira, e ainda levará um rastro de sangue sem precedentes. E há ainda, quem vai duvidar de algum magistrado, sair em defesa desse serial killer. Lamentável ver uma família ser morta, três pessoas baleadas, soldado baleado, por um psicopata desse e ele brincando com um exército de polícia. Uma operação de guerra é o que parece. Já virou notícia internacional... lamentável Brasil....”

Antonio Dimas Guedes Otoni

17 de junho, 2021 | 19:38

“Ponha fogo na mata, aí ele não terá onde se esconder.”

Zoio de Zoiar

17 de junho, 2021 | 16:36

“As leis são muito frouxas e permitem muito que o bandidismo se instale e acabe exercendo essa força perante a sociedade. O garantismo penal é uma corrente adotada por muitos delegados e promotores. Mas no Judiciário isso é uma praga, sobretudo nos magistrados mais novos de maneira que a polícia prende, e se o juiz for mais garantista ele coloca o cara na rua alegando uma série de coisas. E esse mesmo bandido amanhã ou depois pode matar um pai de família”

Antonio Dimas Guedes Otoni

17 de junho, 2021 | 15:45

“Lázaro tá dando um show na polícia. Porque não coloca o exército para capturá-lo, provavelmente ele fará mais vítimas.”

Envie seu Comentário