15 de junho, de 2021 | 05:20

Comissões aprovam proposta de criação da Guarda Municipal em Ipatinga

A criação da Guarda Municipal em Ipatinga teve mais um progresso. Em reunião, na tarde desta segunda-feira (14), as Comissões de Urbanismo, Transporte, Trânsito e Meio Ambiente e de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas da Câmara de Ipatinga se manifestaram a favor do Projeto de Lei nº 93/2021, que institui a Guarda Civil Municipal de Ipatinga.

As Comissões de Legislação, Justiça e Redação e de Direitos Humanos, Cidadania e Defesa dos Portadores de Necessidades Especiais já haviam aprovado a proposta, na semana anterior, faltando apenas o voto de hoje.

Os vereadores seguiram recomendação técnica do Jurídico da Câmara e votaram pela legalidade da matéria. A proposta segue agora para a votação em dois turnos pelo Plenário, ainda com data a ser agendada.

De caráter de urgência, o projeto foi protocolado pessoalmente pelo prefeito Gustavo Nunes em maio e prevê, de acordo com o texto, a criação de 200 cargos de provimento efetivo, ou seja, por meio de concurso público. Está prevista também a criação de quatro cargos de provimento em comissão.
Divulgação
Vereadores Adiel Oliveira, Daniel e Zé Terez, em reunião, nesta segunda-feiraVereadores Adiel Oliveira, Daniel e Zé Terez, em reunião, nesta segunda-feira

Segundo a justificativa do Poder Executivo, a Guarda Municipal terá caráter de proteção preventiva da população e de zelar pelo patrimônio público municipal.

“A Guarda Civil Municipal, além de agregar nova medida de prevenção e repressão da violência, irá possibilitar ações integradas mais eficazes, estratégicas e de pronta resposta às ocorrências de primeiro nível, aquelas não emergenciais, liberando, dessa forma, os policiais da Polícia Militar para o atendimento das demandas mais graves”, diz o texto da proposta.

Para contrapor a criação de novos cargos públicos, diante de um aumento de despesas, a administração municipal ressalta a extinção de 320 cargos, dentre os quais estão 290 de vigilante, informou o governo.

“Nesse sentido, imprescritível ressaltar que a criação dos referidos cargos [Guarda Municipal] não acarretará aumento de despesas aos cofres públicos”, diz o documento.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Vinicius

17 de junho, 2021 | 20:33

“VENHO DESTA FORMA INFORMAR QUE IREI ENTRAR COM UMA ADI CONTRA TAL CRIACAO SENDO UMA VEZ NAO PREVISTA POIS A LEI 13022/14 DIZ QUE SO PODERA SER OCUPADO O CARGO DA GCM POR CONCURSO PUBLICO ESSES VIGILANTES NAO ESTAO NOS PADROES EXIGIDOS PARA TAL LEI TORNANDO ASSIM SEM EFEITO A TAL CRIACAO ....OQUE MAIS INDIGNA É QUE O CHEFE DO EXECUTIVO DEMONSTRA TOTAL DESPREPARO PARA OCUPAR O CARGO DE PREFEITO AGINDO FORA DOS MEIOS LEGAIS.....”

Rookie

15 de junho, 2021 | 19:07

“A lei federal 13022 demonstra nos seus artigos que o provimento ao cargo será por prova/titulos, o prefeito está querendo transformar os vigia em GCM, alega se que não tem orçamento para fazer um certame como diz a lei, então não o faça, o que vai acontecer é que vão entrar com MS pedindo a anulação dessa ´´transformação´´, o prefeito deveria entrar em contato com os outros lideres do executivo do macro do vale do aço e fazer um consorcio e criar uma Guarda METROPOLITANA do vale do aço, será mais útil, viável e prático, ao invés de criar uma coisa da cabeça sem analisar o que realmente o vale do aço precisa.”

Jorge

15 de junho, 2021 | 04:51

“Espero que trabalhe nós bairros de periférias,pois e o que está precisando.”

Solange Chagas

14 de junho, 2021 | 22:53

“Boa tarde, o guarda municipal pode ser importante na cidade mas precisa olhar as prioridades, a prefeitura esta com falta de topografo tem 2 meses que aguardo o topografo para fazer medição e nada ainda e olha que ja foi pago a taxa que a prefeitura exige. Por favor agiliza isso aí.”

Wesley

14 de junho, 2021 | 22:22

“Parabéns ao prefeito pela iniciativa, demostra visão futurística e compromisso com o cidadão. Tomara que sejam armados, dentro das doutrinas da nossa gloriosa polícia Militar de Minas Gerais e que tenham condições logísticas para exercerem a atividade tão essencial. Fui integrante da guarda municipal de Belo Horizonte e sei perfeitamente como essa função é prestigiosa para o bem comum.”

Amadeu

14 de junho, 2021 | 21:01

“Boa noite.
Dando milho pra bode...deveria é investir na saúde, pagar melhor os sevidores .
Ok”

Fernandes

14 de junho, 2021 | 20:21

“Será??? ?”

Roberto

14 de junho, 2021 | 19:59

“Como assim? Extinguir 290 cargos de vigia? Estes vigilantes são concursados ? Se forem fazer isto, eles devem ir para outro cargo, não se pode mandar concursado embora mesmo com a extinção do cargo, no caso iriam para a guarda municipal? O jornal diário do aço poderia informar melhor sobre isto???”

Guima

14 de junho, 2021 | 17:54

“Dinheiro jogado fora . A maioria são mal.preparados e não resolve nada. Devia investir na polícia militar.”

Envie seu Comentário