11 de junho, de 2021 | 16:25

Profissionais da educação em Coronel Fabriciano serão vacinados a partir do dia 17

Fábio Marchetto Divulgação
A vacina aplicada nos profissionais será a AstraZenecaA vacina aplicada nos profissionais será a AstraZeneca

O prefeito Marcos Vinicius (PSDB) anunciou para o dia 17 de junho, próxima quinta-feira, o início da vacinação dos profissionais da educação na cidade. Seguindo o cronograma exigido no Plano Nacional de Vacinação (PNI), a imunização começará pelos educadores que trabalham em creches, CMEIs e abrigos com crianças de 0 a 3 anos. Em seguida, os demais profissionais receberão a imunização.

Em alinhamento, as secretarias de Governança da Saúde e de Governança Educacional preparam suas equipes para que o trabalho flua da melhor forma possível já que os servidores no momento estão em ação nas escolas, explica o governo local. As aulas presenciais na cidade retornaram em 18 de janeiro e foram interrompidas somente durante o período da Onda Roxa.

O governo explica ainda que não será preciso que nenhum servidor falte ao trabalho. Os vacinadores irão de escola em escola. Além dos professores, serão imunizados demais trabalhadores que lidam com os alunos. A vacina disponibilizada é a AstraZeneca que exige a aplicação da segunda dose em até 90 dias.

A intenção da administração municipal é vacinar todos os servidores da educação independentemente de idade ou comorbidade. Segundo o secretário de Saúde, Ricardo Cacau, o município já possui vacinas suficientes para atender aos profissionais. “As remessas que recebemos são suficientes para esse público, então nós preparamos as nossas equipes para iniciar o trabalho. Com os professores imunizados nós teremos ainda mais tranquilidade quanto às aulas nas escolas”, disse.

O secretário da Educação, Carlos Alberto Serra Negra, ressalta que esta é a realização do sonho da categoria, que vem aguardando a aplicação da vacina com ansiedade.

O prefeito lembra que parte dos servidores, aqueles acima de 60 anos e os que possuem comorbidades, já tomaram a vacina. “Agora vamos vacinar o restante sem nenhuma regra, apenas seguindo o Plano Nacional de Imunização. Depois vamos vacinar outros grupos, como os motoristas do transporte coletivo”, informou. A previsão é de imunizar 2.200 profissionais de educação.

Números

Nesta semana a cidade atingiu 21.432 pessoas vacinadas com a primeira dose e 11.935 com as duas doses, informou o governo fabricianense. O hospital Dr. José Maria Morais possuía nessa sexta-feira (11) oito pacientes internados, dos quais, quatro em leitos de UTI. Coronel Fabriciano registrou neste ano 5.930 casos confirmados de covid 19 com 5.677 recuperados. Houve 180 mortes. Quando somados os números do ano passado, o município teve 309 vidas perdidas na luta contra covid-19.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário