10 de junho, de 2021 | 15:44

Santana do Paraíso começa a vacinar trabalhadores da educação

Vacinação ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h30, em cinco unidades de Estratégia da Saúde da Família (ESF)

Divulgação
A Referência Técnica em Imunização lembra que é necessário apresentar contracheque e/ou carteira de trabalho que comprove vínculo trabalhista A Referência Técnica em Imunização lembra que é necessário apresentar contracheque e/ou carteira de trabalho que comprove vínculo trabalhista

A Secretaria de Saúde de Santana do Paraíso informa que iniciou, nesta quinta-feira (10), a vacinação dos trabalhadores da Educação contra a covid-19. Serão imunizados todos os profissionais que atuam nas unidades escolares, não apenas os professores. Paralelo à vacinação deste grupo, as pessoas com comorbidades continuarão a ser imunizadas.

A vacinação ocorrerá de segunda e sexta-feira, das 8h às 14h30. De 10 a 18 de junho, serão imunizados: trabalhadores da educação do Ensino Básico – Creche (Maternal I e II) e Pré-Escola (4 e 5 anos) e todas as pessoas com comorbidades de 18 a 29 anos. De 21 a 25 deste mês será a vez dos trabalhadores da educação do Ensino Fundamental. E de 28 de junho a 2 de julho serão os trabalhadores da educação do Ensino Médio e Superior.

A vacinação ocorre em cinco unidades de Estratégia da Saúde da Família (ESF), que são os pontos estratégicos de vacinação contra a covid-19 no município: ESF Centro (população assistida pelas unidades do Centro, São José, Veraneio e Residencial); ESF Industrial Azul (população assistida pelas unidades do Industrial Vermelho e Industrial Azul); ESF Cidade Nova (população assistida pelas unidades do Cidade Nova e Parque Caravelas); ESF Águas Claras (população assistida pelas unidades do Águas Claras e Jardim Vitória); e ESF Ipaba de Paraíso (população assistida pela ESF de Ipaba de Paraíso).

Para ser vacinada, a pessoa deve levar à unidade os seguintes documentos: cartão de vacina; RG e CPF; cartão SUS; comprovante de endereço; e laudo médico atualizado e/ou declaração médica atualizada que contemple a comorbidade.

A Referência Técnica em Imunização de Santana do Paraíso, Priscila Márcia Fragoso, lembra que, no caso dos trabalhadores da educação, é necessário apresentar contracheque atualizado e/ou carteira de trabalho que comprove vínculo trabalhista no município.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário