10 de junho, de 2021 | 13:35

Mozart Santos é o nono treinador do Cruzeiro em dois anos

Márcio Cunha/Chapecoense
Profissional chega para ocupar a vaga de Felipe ConceiçãoProfissional chega para ocupar a vaga de Felipe Conceição

O técnico Mozart Santos, de 41 anos, desembarcou em Belo Horizonte nesta quinta-feira (10) para comandar a equipe do Cruzeiro. O planejamento é apresentá-lo ao elenco nesta sexta-feira (11) para que ele comande o time no jogo contra o Goiás, no sábado (12), pela terceira rodada do Série B.

Mozart será o sexto treinador da Raposa desde que o time foi rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro, no fim de 2019. De lá para cá, passaram pela Toca da Raposa Adilson Batista, Enderson Moreira, Ney Franco, Felipão e Felipe Conceição. No período de troca dos felipes, Célio Lúcio ocupou o cargo interinamente.

Se contar as trocas de técnicos desde antes do rebaixamento, já são nove treinadores em dois anos. Depois da saída de Mano Menezes em agosto de 2019, Rogério Ceni entrou e comandou a equipe por oito jogos; em seu lugar entrou Abel Braga, que disputou 14 partidas. Na sequência vem Adilson (15), Enderson (12), Ney (7), Felipão (21) e Conceição (19). Agora basta saber quantos jogos serão comandados por Mozart.

Nova regra

O Cruzeiro precisa acertar nessa nova contratação, pois uma nova regra imposta pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) só permite que cada clube das séries A e B contratem, no máximo, dois treinadores ao longo da competição.

A Raposa só poderá voltar ao mercado para contratar um novo profissional se Mozart pedir demissão. Se a diretoria resolver demitir o treinador, terá, obrigatoriamente, que promover algum funcionário que esteja no clube por ao menos seis meses.

Eliminação na Copa do Brasil

Maior campeão da história da Copa do Brasil, com seis títulos, o Cruzeiro foi eliminado do torneio na noite de quarta-feira (9) pela Juazeirense, que conseguiu pela primeira vez em sua história chegar às oitavas de final.

Este é o segundo ano seguido em que o clube é eliminado nesta fase do torneio. Na temporada passada, a Raposa foi despachada pelo CRB.

O Cruzeiro venceu o primeiro jogo, em casa, por 1 a 0; mas perdeu pelo mesmo placar na Bahia e levou a decisão para os pênaltis, quando o time da casa faturou a partida. Pouco mais de meia hora depois da eliminação, o presidente celeste, Sérgio Santos Rodrigues, comunicou a demissão de Felipe Conceição.

Após ser mandado embora, Conceição foi às mídias sociais dizer que não tinha autonomia no clube. "Nos surpreendeu, porém, o tamanho da influência e obstáculos que nos trariam outras partes do clube nesse processo de reconstrução. Sem autonomia para colocar em prática uma reformulação ainda mais profunda, nosso trabalho não teve uma base para se desenvolver como gostaríamos".

A eliminação na Copa do Brasil foi a gota d’água para o destino de Conceição, após dois jogos sem pontuar na Série B. Os resultados, o desgaste com o elenco, a insistência em alguns jogadores, as mudanças repentinas na equipe e, claro, a crise que vem tirando o Cruzeiro do eixo desde 2019 pesaram para a demissão.

Novo treinador

Mozart iniciou sua carreira de treinador há oito anos e já passou por Canoinhas, Jaraguá, Coritiba (Sub-20 e aspirantes), CSA e, por último, Chapecoense. Na Chape, foram oito jogos, com três vitórias, três empates e duas derrotas, um aproveitamento de 50%. Ele deixou o clube em maio, após perder o título do Campeonato Catarinense para o Avaí.

A vinda de Mozart é respaldada pelo diretor de futebol Rodrigo Pastana, que já trabalhou com o treinador no CSA. Além do técnico, Pastana também já chegou à conclusão de que o Cruzeiro precisa de reforços, em todos os setores, para conseguir o maior objetivo do ano: subir para a Série A do Brasileirão.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário