06 de junho, de 2021 | 19:00

Farmacêutica espera receber primeiro lote da vacina Sputnik V ainda em junho

O presidente da farmacêutica brasiliense, União Química, Fernando de Castro Marques, afirmou em entrevista à CNN Brasil neste domingo (6) que o 1º lote da vacina russa, Sputnik V, deve chegar ao Brasil em até 10 dias.
Divulgação
Desembarque dos primeiros lotes da vacina russa na Argentina, em dezembro de 2020Desembarque dos primeiros lotes da vacina russa na Argentina, em dezembro de 2020

Na sexta-feira a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a importação excepcional e temporária do imunizante russo por estados brasileiros, desde que cumpram 22 condicionantes impostas pelo órgão.

Depois da decisão, governadores que integram o Consórcio Nordeste e o Consórcio da Amazônia Legal se mobilizaram para promover adequações aos contratos de cada Estado com o Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF, na sigla em inglês).

No total, havia um acerto para quase 40 milhões de doses, mas a Anvisa só liberou a importação de 928 mil unidades na primeira remessa.

Uma das condicionantes é que cada lote da Sputnik V seja autorizado individualmente. A agência determinou que haja controle de qualidade sobre cada remessa, com vistas inclusive à possível detecção da presença de adenovírus replicantes no fármaco.

“Estamos em contato com o fundo soberano russo e o Instituto Gamaleya para resolver todas essas etapas regulatórias, atendendo a todas as exigências da Anvisa para poder ter de forma definitiva o registro da Sputnik“, relatou o presidente da União Química.

Com as medidas anunciadas, estados do Nordeste poderão importar os seguintes quantitativos da vacina Sputinik V:

Bahia – 300 mil doses
Maranhão – 141 mil doses
Sergipe – 46 mil doses
Ceará – 183 mil doses
Pernambuco – 192 mil doses
Piauí – 66 mil doses

Já publicado:
Farmacêutica brasileira inicia produção da Sputnik V
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário