06 de junho, de 2021 | 07:36

Onda Vermelha tem medidas mais rígidas em cinco regiões de Minas a partir deste domingo

Com taxa de ocupação de leitos hospitalares acima de 80% em todo o estado em função da covid-19, governo aperta medidas de contenção

Reprodução de vídeo
Apesar dos alertas, a Polícia Militar e a fiscalização sanitária foram acionadas em várias cidades desde o feriado de Corpus Christi, na quinta-feira Apesar dos alertas, a Polícia Militar e a fiscalização sanitária foram acionadas em várias cidades desde o feriado de Corpus Christi, na quinta-feira

Entram em vigor neste domingo (6), medidas mais restritivas para conter o avanço da pandemia de covid-19 em cinco regiões mineiras. O estado registrou um aumento no número de casos da doença e, consequentemente, nas taxas de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O colapso no sistema de saúde pública no Mato Grosso do Sul fez acender o alerta entre os mineiros também.

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde, as novas regras vão impactar o funcionamento do comércio e dos serviços do Triângulo do Sul, Leste do Sul, Centro-Sul, Sul e Oeste do estado. Todas as regiões já estavam na fase vermelha do plano 'Minas Consciente', proposto pelo governador Romeu Zema (Novo).

A implementação destas mudanças foi feita a fim de se evitar que os locais passassem para a fase roxa, de caráter obrigatório e impositivo no fechamento das atividades. Com isso, a partir de amanhã, apenas alguns estabelecimentos estarão proibidos, como é o caso de salões de beleza, clubes esportivos e academias. Centros culturais e parques também estarão fechados.

Ao todo, 11 regiões de Minas Gerais estão na fase vermelha e três, entre elas o Vale do Aço, na amarela, mais branda. A média do estado para ocupação de leitos de UTI está acima de 80%.
Reprodução de vídeo
Em São Sebastião do Paraíso (Sudoeste), festa reunia jovens oriundos do epicentro da contaminação com variante indiana do coronavírusEm São Sebastião do Paraíso (Sudoeste), festa reunia jovens oriundos do epicentro da contaminação com variante indiana do coronavírus

Em Ipatinga, cidade referência na região para atendimento de pacientes com a covid-19, neste sábado (5), as taxas de ocupação de leitos hospitalares eram as seguintes: Dos 55 leitos de UTI Covid-19 SUS na cidade, 47 estavam ocupadas (85%). Dos 95 leitos de enfermaria destinados aos pacientes com a covid, 29 estavam ocupadas (31%).

Fiscalização no feriado

Apesar dos alertas sobre os riscos de retomada da pandemia de covid-19, no feriado prolongado de Corpus Christi, a polícia e agentes de fiscalização municipais foram acionados para acabar com festas em vários municípios.

No caso considerado mais grave, uma festa clandestina em um sítio em São Sebastião do Paraíso (Sudoeste de Minas), reunia mais de 80 pessoas, entre elas, moradores da cidade paulista de Mococa, um dos epicentros da variante indiana do coronavírus. A festa foi descoberta por uma denúncia anônima, policiais e fiscais municipal acabaram com a festa, qualificaram todos os envolvidos e o caso será repassado ao Ministério Público.

Entre vários outros casos, festa clandestina, com mais de 500 pessoas foi encerrada, na noite de sexta-feira (4), no bairro Nova Cidade, em Barbacena.

O responsável pela festa foi autuado e notificado. Atualmente, o município está na Onda Vermelha do "Minas Consciente", que só permite eventos com até 30 pessoas.

Apartir de hoje (6), municípios na Onda Vermelha terão proibição de eventos, visita a  atrativos culturais e naturais, proibição de academias, clubes e salões de beleza e alimentação em bares e restaurantes limitados até 19h; após este horário, apenas delivery, sem retirada em balcãoApartir de hoje (6), municípios na Onda Vermelha terão proibição de eventos, visita a atrativos culturais e naturais, proibição de academias, clubes e salões de beleza e alimentação em bares e restaurantes limitados até 19h; após este horário, apenas delivery, sem retirada em balcão
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Ozias Fidelix Júnior

06 de junho, 2021 | 18:20

“Fantástico! Vale do Aço, uma ilha em meio à crise.”

Envie seu Comentário