01 de junho, de 2021 | 16:59

Após um ano, Programa Humanizar vai retomar aulas de ginástica em Timóteo

Divulgação
Público a partir de 50 anos deverá seguir uma série de protocolos sanitáriosPúblico a partir de 50 anos deverá seguir uma série de protocolos sanitários

O Programa Humanizar, coordenado pela Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Timóteo, irá retomar as aulas de ginástica e alongamento para o público a partir dos 50 anos na próxima segunda-feira (7). Após um ano sem atividades presenciais, a equipe do Humanizar realizou nesta terça-feira (1) uma transmissão ao vivo pela internet para divulgar a retomada das atividades. A live pode ser assistida na página Município de Timóteo no YouTube e na página do governo no Facebook.

Nesta nova fase, o programa recebeu o nome de “Humanizar na Praça”, que prioriza os espaços ao ar livre para o desenvolvimento das atividades físicas. Os participantes terão a sua temperatura medida por termômetro digital no início das aulas, deverão fazer uso permanente de máscaras durante os exercícios, respeitar o distanciamento mínimo, fazer uso de álcool em gel para higienização das mãos e sair imediatamente após o término da aula a fim de evitar aglomerações. A aferição da pressão arterial também é regra a ser seguida na observação da condição de saúde dos alunos da terceira idade.

De acordo com Lílian Sperancini, coordenadora do programa, os alunos deverão assinar um termo de responsabilidade concordando com a adoção do protocolo de prevenção à covid-19. “As pessoas devem estar cientes da necessidade de seguir todas as orientações de saúde. Deverão trazer sua garrafa de água individual, respeitar as demarcações de espaço, apresentar o comprovante de vacinação contra o coronavírus. Vamos realizar as atividades físicas sem compartilhar acessórios de ginástica e exercícios sempre de pé para evitar o uso de tapetinhos”, explica.

Segundo a gerontóloga Heliana Guedes, o Humanizar na Praça tem o objetivo de promover a prática regular de atividades físicas pelos idosos para manter o físico e a mente saudáveis. “Sabemos que a pandemia trouxe muitas restrições e isso afetou a nossa qualidade de vida. Cabe a nós, profissionais do movimento, fazer as pessoas compreenderem a importância do cuidado consigo mesmo, ajudando a atravessar esse momento de incertezas”, frisou. Ela lembra que a atividade física contribui muito para fortalecimento do sistema imunológico, previne o desenvolvimento de doenças crônicas como diabetes e hipertensão e controla os níveis de colesterol. Além disso, melhora o condicionamento muscular e cardiorrespiratório, melhora o equilíbrio, a coordenação e a locomoção.

Locais das aulas

No bairro Vale Verde, as aulas serão na Praça CEU (Centro de Artes e Esportes Unificado); no Primavera as aulas vão ser realizadas no Centro Social Urbano; no Timirim, as atividades ocorrem na Praça do Coliseu. E ainda, na área de lazer Joaquim Augusto, bairro Santa Maria; Praça 1º de Maio no Centro Norte; Posto de Saúde Liberato de Paula e Silva no bairro Alegre; Praça de Esportes Dirce Torquetti no Alphaville; Praça 29 de Abril no Centro Sul.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário