01 de junho, de 2021 | 09:00

Diagnóstico sobre situação de pessoa idosa em Ipatinga ainda pode ser respondido

Divulgação
Objetivo do levantamento é entender a realidade da populaçãoObjetivo do levantamento é entender a realidade da população

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Ipatinga e coordenadora da Escola Profissionalizante Tenente Oswaldo Machado (EPTOM), Cleoneide Oliveira, lembra que o diagnóstico para identificar a situação da pessoa idosa no município ainda está em andamento e vai até o fim de junho. Com o objetivo de conhecer os pontos que favorecem e dificultam a vida desta população, com faixa etária igual ou superior a 60 anos, o levantamento teve início no mês de abril.

Cleoneide pontua que o idoso ainda é alvo de agressões e de abandono, o que demonstra a importância de evidenciar as demandas e necessidades. “Infelizmente algumas famílias acabam praticando essa violência. Tivemos dentro do diagnóstico algumas situações que demonstram isso e também golpes financeiros. Essa situação não é combatida, mas precisamos levar informação aos nossos idosos”, alerta.

Para participar do diagnóstico basta entrar em contato pelo telefone 3824-0987 ou responder o questionário diretamente por meio do link no site www.eptom.com.br. “Precisamos pensar que nossa população está envelhecendo e nos preparar. Falta investir em cultura, lazer, esporte, investir na convivência comunitária dessa população de forma que tenha espaços adequados para atendê-la, com atividades adequadas para sua faixa etária e para que tenha qualidade de vida”, reforça. Em razão da pandemia de covid-19, não haverá contato físico com os entrevistados. O poder Público está envolvido na campanha por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Divulgação
Cleoneide Oliveira pede aos idosos que não deixem de responder as perguntas Cleoneide Oliveira pede aos idosos que não deixem de responder as perguntas
Idosos

Com população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 265.409 pessoas acima de 60 anos, no ano de 2020, Cleoneide revela que Ipatinga tem pouco mais de 42 mil idosos. “Número com o qual temos trabalhado para fazer esse diagnóstico e tem sido de forma estatística, com percentual em cima dessa população idosa. Este é o primeiro realizado em Ipatinga e nós da EPTOM capitamos recursos junto ao Itaú/Unibanco para realizarmos esse levantamento e o Conselho do Idoso prontamente aceitou essa parceria. É o primeiro da nossa cidade, que nos levará a conhecer a realidade do nosso idoso”, vislumbra.

A pesquisa não tem intenção de coletar dados pessoais, mas sim pensar nas políticas públicas. “O objetivo é enviar aos órgãos competentes e gestão municipal, para que possam incluir aquelas demandas que precisam de atenção no orçamento público municipal. Queremos entender se as necessidades dessas pessoas estão sendo contempladas no orçamento. Pedimos que o idoso participe da pesquisa, que vai até 30 de junho. Não esperem chegar no fim do prazo, quanto mais rápido responderem, melhor”, conclui Cleoneide.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Joao Silva

01 de junho, 2021 | 17:08

“Segundo o IBGE a população de idosos acima de 60 anos em 2020 é de 29,9 milhões, diferente o que consta na reportagem, só uma observação, no mais achei a matéria muito importante, pois os nossos idosos merecem toda nossa atenção.”

Jane

01 de junho, 2021 | 14:16

“Já foi feito um levantamento deste tipo pela AAPI. Se o poder público está envolvido para quê captação de recurso junto ao ITAÚ? Haverá uso deste recurso para melhorar algum aspecto da vida do idoso?”

Envie seu Comentário