29 de maio, de 2021 | 10:33

Crianças viram ''heróis'' de máscara contra a pandemia

Divulgação
Vídeos contam com a participação de crianças na campanhaVídeos contam com a participação de crianças na campanha

A terceira fase da campanha “Heróis Contra a Covid” já está disponível e mobiliza, desde quarta-feira (26), crianças de todas as idades, seus familiares e educadores para um importante ato de enfrentamento à pandemia: o uso de máscaras. Patrocinada pela Usiminas e realizada pelo Instituto Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a iniciativa disponibilizada uma série de vídeos educativos apresentados pela contadora de histórias Raquel Vieira, a “Flora Manga”, que convoca a comunidade a dar continuidade às práticas de prevenção recomendadas pela Organização Mundial de Saúde.

De maneira lúdica, com a participação de três crianças, o vídeo descreve o passo a passo para utilização correta da máscara de prevenção, sempre cobrindo a boca e o nariz, quando ela deve ser substituída e descartada, além de informar a eficácia de sua proteção contra o coronavírus. Outras formas de prevenção à covid-19, como o distanciamento social e a higienização das mãos, foram abordadas em vídeos anteriores promovidos na campanha. De acordo com o Instituto Usiminas, a proposta é convidar as crianças a fazer parte da “Liga Contra a Covid”, tornando-se “heróis contra o corona”.

A campanha tem mobilização em escolas de redes públicas e particulares localizadas nos municípios de atuação da Usiminas. Os vídeos e a “ficha de treinamento” para participar da campanha estão disponíveis, gratuitamente, na Plataforma Educativa do Instituto Usiminas: www.educativoinstituto.usiminas.com.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário