15 de maio, de 2021 | 09:51

Acessibilidade e inclusão marcam versão on-line do Festival da Criança

Divulgação
As apresentações têm tradução em Libras no formato virtual desta ediçãoAs apresentações têm tradução em Libras no formato virtual desta edição

A edição 2021 do Festival da Criança chega com duas novidades que promovem maior acesso à programação: o formato virtual e a inclusão de tradução em Libras (Língua Brasileira de Sinais), legendas e audiodescrição. A mostra na versão on-line vai apresentar, de 19 a 30 de maio, o total de 19 atrações infantis entre espetáculos e contações de histórias com a participação de grupos do Vale do Aço. Toda a programação será disponibilizada no You Tube – Festival da Criança Ipatinga. Para conferir o cronograma é só acessar as redes do evento: @festivaldacrianca (Instagram) e facebook/festivaldacrianca.

Para levar os recursos de acessibilidade com qualidade, o Festival da Criança envolve profissionais experientes no processo. A estudante de Psicologia e Tradutora e Intérprete de Libras, Sara de Oliveira Carvalho, fará a tradução de todos os espetáculos, que também terão legendas feitas pela Equipe Um Filmes. Sara Carvalho trabalha com arte acessível desde 2018 e realiza atividades próprias para surdos em suas redes sociais.

Já a audiodescrição de cinco espetáculos da programação será feito pela empresa paulista ETC Filmes, que há mais de 15 anos trabalha com as principais distribuidoras, produtoras e exibidoras de conteúdo audiovisual do país. Os espetáculos com esse recurso são: “O Menino da Cabeça de Papelão”; “As Aventuras do Super Quixote”; “Mariana Catibiribana”; “A Brincadeira Mais Bacana”; “Chapeuzinho Vermelho.com” e “De Toda Cor”.

Para Marilda Lyra, produtora do Festival da Criança, a edição deste ano avança em questões importantes ao ofertar atrações com maior acessibilidade para pessoas com deficiências visuais e auditivas. “Pela primeira vez, teremos esses recursos em nossas atrações, agora veiculadas no meio digital. Isso para nós é um marco muito importante na história do festival, que tem em sua essência o objetivo de formação de público”, ressalta a realizadora.

Divulgação
Atrações

O projeto é realizado por meio de edital da Lei Aldir Blanc. O Festival da Criança foi lançado em 2000, com a proposta de realizar um processo permanente de formação de público e já assistido, desde então, por mais de 90 mil pessoas.

As atrações desta edição serão disponibilizadas a partir do próximo dia 19 de maio até o fim do ano, pelo canal do evento no Youtube. O público poderá conferir apresentações dos seguintes grupos/artistas: Flora Manga, Híbridus Dança, Ecoar Espaço Cultural, Espaço Cultural Casa Laboratório, Dama Produções, Coletivo Aberto, Luzia di Resende, Nancy Nogueira, Circo Teatro Fool, Coletivo Negrume, Grupo Farroupilha, Renan Augusto e Camila Vaz.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário