15 de maio, de 2021 | 20:00

Covid-19: país tem 15,5 milhões de casos acumulados e 434,7 mil mortes

Conforme dados do Ministério da Saúde, total de pessoas recuperadas da doença chega a 14,06 milhões

Jonas Valente – Repórter Agência Brasil
Ainda há 3.671 óbitos em investigação. Isso ocorre porque há casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito.Ainda há 3.671 óbitos em investigação. Isso ocorre porque há casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito.

O balanço divulgado neste sábado (15) pelo Ministério da Saúde registra 67.009 novos diagnósticos de covid-19 em 24 horas. Esse dado eleva para 15.586.534 o número de pessoas infectadas pela doença desde o início da pandemia no país.

As mortes pelo novo coronavírus ao longo da pandemia aproximam-se de 435 mil. Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 2.087 novos óbitos, totalizando 434.715.

O balanço apontou também 1.089.423 pacientes em acompanhamento e 14.062.396 recuperados da doença.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes são os seguintes: São Paulo (103.995), Rio de Janeiro (47.951), Minas Gerais (37.283), Rio Grande do Sul (26.657) e Paraná (24.597).

As unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (1.571), Acre (1.612), Amapá (1.614), Tocantins (2.711) e Alagoas (4.478).

Vacinação

O total de 38.320.424 de vacinados que receberam a 1ª dose equivalem a 18,1% da população brasileira. Já, o total de 18.991.882 vacinados que receberam a 2ª dose equivalem a 8,97% da população brasileira.

Em Minas Gerais, o total de vacinados chega a 3.971.475 de pessoas, o que equivale a 18,65% da população do estado.

Veja também:
Média de mortes diárias por covid-19 cai 28% em um mês no país
Números da pandemia nos municípios do Vale do Aço

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário