03 de maio, de 2021 | 14:35

Projeto agrícola parceiro da Cenibra produz 100 toneladas de alimentos por ano

Divulgação
Áreas cedidas pela Cenibra em Ipaba são utilizadas por agricultores familiaresÁreas cedidas pela Cenibra em Ipaba são utilizadas por agricultores familiares

Em Ipaba, pequenos produtores rurais têm utilizado terras disponibilizadas pela Cenibra para produzir cerca de 100 toneladas de alimentos por ano. Atuando em conjunto no Projeto Santa Marta, os 139 agricultores familiares se beneficiam da parceria do Instituto Cenibra com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais e a prefeitura, informou a empresa de celulose. 

Na parceria, a Cenibra faz a cessão de 68 hectares de área própria para plantio, onde são produzidos milho, mandioca, feijão, bananas e hortaliças. Do preparo e cultivo à colheita e distribuição, a responsabilidade é dos agricultores familiares parceiros, que extraem dessa atividade trabalho e renda para a família. A orientação técnica é feita pela Empresa de Assistência Técnica Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG).

A produtora agrícola Iolanda Vieira de Barros, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ipaba, conta que o carro-chefe da produção local é o milho, cuja colheita deste ano deve render pelo menos 80 toneladas. Outros produtos de destaque são a mandioca (dez toneladas), a banana (cinco toneladas) e o feijão (três toneladas). 

A produção serve para abastecer o mercado regional, como feiras, comércios e fazendas. Além disso, o percentual de 10% da produção é repassado diretamente a entidades assistenciais de Ipaba, provendo alimentos para famílias de baixa renda.

Atualmente, o Instituto Cenibra mantém parcerias agrícolas em cinco municípios: Belo Oriente, Ipaba, Caratinga, Virginópolis e Coluna. São cerca de 225 hectares que beneficiam aproximadamente 380 famílias. A iniciativa gera alternativas de trabalho a produtores rurais e ajuda na fixação da população no campo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário