29 de abril, de 2021 | 13:50

Auditoria aprova balanço do Cruzeiro com dívida de R$ 897 milhões

Foi finalizada pela Moore Auditores e Consultores, nesta quarta-feira (28), a auditoria do balanço financeiro do Cruzeiro, relativo ao ano de 2020. A prestação de contas foi aprovada sem ressalvas pela empresa, informou o clube em comunicado oficial.

O endividamento total do clube apresentado no levantamento foi de R$ 897 milhões. Considerando apenas a gestão do presidente Sérgio Santos Rodrigues, que assumiu o Cruzeiro de forma oficial a partir de junho de 2020, foi constatado um superávit de R$ 33 milhões no período.

Um dos impactos positivos do trabalho realizado pela gestão foi a redução das dívidas de curto prazo, destaca o Cruzeiro. Se no balanço de 2019 elas representavam 77% do valor total, agora o índice é menos da metade: 36,5%.

“A administração do clube buscou acordos para negociações e alongamento da dívida para evitar bloqueios nas contas correntes e ainda alongar a dívida do clube, reduzindo o estrangulamento do caixa. Os bloqueios reduziram significativamente uma vez que a administração honrou com as negociações feitas no período, dando maior credibilidade para com os credores. Além disso, houve redução substancial dos juros e correções de impostos em R$ 152 milhões em função da Transação Tributária assinada em 23 de outubro de 2020. Com isso, o passivo circulante foi reduzido 34%, equivalente a R$ 298 milhões durante o exercício de 2020; em 2019 o passivo circulante representava 77% do total do passivo, reduzindo a 36,5% ao final de 2020. A redução durante os 7 meses de gestão Sérgio Santos Rodrigues representou R$ 158 milhões no período”, diz um trecho do comentário de desempenho.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário