28 de abril, de 2021 | 15:24

Como a pandemia mudou a relação com nossas casas?

Wanderson Leite*

A imagem que costumávamos ter sobre nossos lares, como um espaço de conforto para descanso e recolhimento, hoje possui um papel e importância muito maior. Com a pandemia e o isolamento social, a relação com nossas casas mudou drasticamente, se tornando, ao mesmo tempo, um lugar para descanso, lazer e trabalho. Tudo junto e misturado.

Muito além de ressignificar cada espaço de nossas casas, passamos a valorizar imensamente nosso espaço – contudo, não há como dizer que essa mudança foi fácil para todos. Afinal, com grande parte da população em home-office, fomos obrigados a olhar para as mesmas paredes, móveis e objetos 24 horas por dia e, até mesmo, conviver o tempo todo com as outras pessoas que moram no mesmo lugar – hábitos que poucos costumavam ter e foram difíceis de se acostumar.

Como forma de aprender a lidar com essas mudanças, a solução encontrada por muitos foi a aposta em reformas que reinventassem e adaptassem as casas, de forma que criasse espaços destinados para cada momento. Somente entre abril a novembro de 2020, foram realizadas 2,8 milhões solicitações de serviços, segundo o GetNinjas. Um aumento de 75% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Dentre essa massiva quantidade de reformas, a principal delas foi a criação de espaços destinados exclusivamente ao trabalho, que oferecessem o mínimo de privacidade e conforto. Sem isso, é impossível ter uma boa concentração ou manter a mesma performance no desempenho de suas tarefas. Além dela, muitas pessoas também investiram em adaptações que tornassem seus lares mais aconchegantes para relaxar após horas sentados na frente do computador.
Uma boa reforma não exige grandes despesas – seja por um sofá novo, uma cadeira de escritório mais confortável ou objetos de decoração agradáveis. O que irá definir essas despesas será o cuidado em escolher as lojas que ofereçam os melhores preços e que, principalmente, tenham uma presença digital.

Por meio das plataformas online, é possível ter em mãos todas as informações necessárias para essa decisão: conhecer todos os produtos que oferece, suas classificações, descrições e, ainda, taxas e prazos de entrega. Empresas que se preocupam em fornecer informações completas a seus clientes e se dispõe a sanar quaisquer dúvidas, são de longe a melhor opção – principalmente durante a pandemia.

Caso não haja dinheiro para realizar uma reforma e adequar os cômodos, crie linhas de divisões imaginárias no ambiente. Não use esse argumento como justificativa para trabalhar sentado no sofá e com a televisão ligada. Existem diversas formas de criar seus espaços de trabalho, descanso e lazer. Só é preciso abusar da criatividade.
A relação das pessoas com suas casas nunca mais será a mesma, mesmo após esse período de isolamento social. O home-office é uma tendência que irá prevalecer em diversas empresas, mesmo que adaptadas para um modelo de trabalho misto. Por isso, teremos que continuar prezando pela adaptação de nossos lares, de forma que tenhamos um espaço apropriado para trabalhar e, em conjunto, um canto de refúgio onde possamos descansar e curtir nossas famílias.


*CEO da Prospecta Obras. Formado em administração de empresas pelo Mackenzie, ele também é fundador das empresas ProAtiva, app de treinamentos corporativos digitais, e ASAS VR, startup que leva realidade virtual para as empresas
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário