07 de abril, de 2021 | 14:03

Polícia procura autores de assalto a sítio em Bom Jesus do Galho

Wellington Fred
Várias equipes da PM realizam buscas para prender os autores do assalto na zona rural de Bom Jesus do GalhoVárias equipes da PM realizam buscas para prender os autores do assalto na zona rural de Bom Jesus do Galho

Três bandidos, dois deles já identificados pela polícia, são procurados na região depois de um assalto a um sítio localizado no Córrego do Monjolo, na zona rural de Bom Jesus do Galho. Na fuga, os assaltantes bateram o carro e um deles deixou para trás a carteira com documentos pessoais.

De acordo com relatos de uma das vítimas, filho do proprietário do sítio, por volta das 21h de segunda-feira (5), chegaram três indivíduos. Um deles, na porteira, chamou o dono do terreno pelo nome. Assim que o morador de 49 anos saiu atender as pessoas, achando que era algum conhecido, ele foi rendido pelos criminosos armados.

Os assaltantes entraram na residência, contudo, dois irmãos conseguiram fugir pouco antes do trio invadir a casa. Enquanto os filhos que fugiram tentavam fazer contato com a polícia, os bandidos ameaçaram o casal, inclusive, disparando a arma de fogo querendo mais objetos de valor. O trio armado chegou a ameaçar dar um tiro no pé do sitiante.

Os assaltantes descobriram que os filhos do casal haviam fugido e apressaram-se em levar R$ 2 mil, um notebook e um telefone celular. Eles ainda determinaram que S.G.S., de 41 anos, esposa do dono do sítio, entrasse no Chevrolet Kadett de cor preta, veículo de um dos assaltantes usado na fuga.

Durante a fuga, um dos três assaltantes embarcou em outro carro não identificado, que dava cobertura ao crime. Pouco depois, uma equipe da PM deparou-se com o Kadett dos assaltantes. Houve uma perseguição, nas proximidades do trevo de acesso para Pingo-d'Água, quando o motorista do Kadett perdeu o controle e bateu contra uma árvore na margem da rodovia LMG-759.

Os assaltantes correram para um matagal e conseguiram desaparecer. Eles deixaram para trás alguns pertences, além dos objetos roubados, a carteira de um dos autores, o Y.F.V.O, de 27 anos, que é o dono do Kadett, além do telefone celular dele também esquecido no veículo.

Os policiais conseguiram identificar o outro autor do assalto, o I.M.O., de 23 anos. O local da fuga dos dois assaltantes foi cercado pelos policiais, inclusive, com reforço de equipes de Ipatinga, mas os PMs não conseguiram prendê-los.

A vítima, feita de refém pelos autores, foi encaminhada para o Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, para ser medicada devido os ferimentos, sem gravidade, sofridos na colisão do carro dos autores. O Kadett foi removido ao pátio credenciado pelo Detran durante a madrugada de quarta-feira.

Um dos ladrões ainda tentou parar um carro na LMG-759, nas proximidades da localidade do Córrego do Mantimento, contudo, o motorista desconfiou e fugiu informando a situação para a PM, que realizou buscas na área para tentar localizar e prender o suspeito.

Na cidade de Córrego Novo, os policiais militares foram informados que uma pessoa suspeita esteve em um posto de combustíveis. Este indivíduo comprou cigarros e água, conforme imagens das câmeras de segurança já no início da manhã de quarta-feira, e foi identificado como Y.F., um dos autores do roubo no sítio. As equipes policiais ainda continuam o trabalho para a prisão dos assaltantes.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Bom

07 de abril, 2021 | 18:49

“Deus me perdoe, mas os policiais podiam aproveitar as matas e levarem,quem for pego nessas covardias contra pessoas do bem, e dar um fim nesses covardes e no B.O. constar troca de tiros.
Garanto que vão fazer muito pouca ou nenhuma falta.
CHEGA DE COVARDIA E ACABEM COM ESSAS ESCÓRIAS DA SOCIEDADE.
O POVO NÃO AGUENTA MAIS”

Envie seu Comentário