01 de abril, de 2021 | 21:00

Advogado é assassinado a tiros em Caratinga

Um advogado foi morto a tiros no início da noite desta quinta-feira (1), na rua Princesa Isabel, bairro Santo Antônio, em Caratinga.

Testemunhas informaram para a Polícia Militar que Augusto Rocha Barreto Diniz de Abreu conversava com um amigo quando repentinamente um indivíduo se aproximou e atirou quatro vezes contra a vítima.

Veja atualização da notícia em:
Mulher é presa e confessa envolvimento na morte do advogado Augusto Rocha Barreto Diniz de Abreu, 32 anos, em Caratinga. Veja mais no Diário do Aço

Augusto ainda tentou escapar da morte correndo para dentro de uma residência, mas caiu na porta. O advogado foi socorrido com vida e levado para o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O assassino fugiu do local sentido ao centro da cidade, embarcou em um Honda Civic de cor prata, segundo testemunhas, e não foi encontrado nas buscas realizadas pela polícia. Ainda não se tem suspeito de autoria do homicídio nem tampouco a motivação.

Super Canal + reprodução
Augusto Rocha Barreto Diniz de Abreu não resistiu e morreu; Polícia apura autoria do crime e motivação Augusto Rocha Barreto Diniz de Abreu não resistiu e morreu; Polícia apura autoria do crime e motivação

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Antonio

02 de abril, 2021 | 09:31

“Aquele que sabe o motivo, deve informar a PM, imediatamente! Não adianta ficar falando mal do trabalho dos policiais.”

Erre

02 de abril, 2021 | 07:53

“João, muito vago foi o seu comentário. Como assim? A polícia deveria vir estudando a vida do cara antes disso para saber motivo e quem foi o autor já imediatamente após a sua morte? Às vezes até consegue mesmo quando o cara já é conhecido no meio policial. Mas como você mesmo disse que o cara é da paz, é do bem... Você talvez possa ajudar a polícia nisso já que diz que conhecia ele. Para um camarada chegar sentando o aço nele, alguma coisa tem. Ou crime passional, ou algum envolvimento com o tráfico. Aguarde e verá. Certamente a polícia agora fará a investigação e trará as respostas para as suas perguntas em breve.”

João

01 de abril, 2021 | 22:38

“? muito vago a informação da polícia de não saber o motivo da autoria e quem cometeu esse absurdo, eu o conhecia e sei o quanto esse rapaz não fazia mal pra ninguém , estamos diante do fim do mundo , e ainda sem resposta das autoridades responsáveis”

Envie seu Comentário