01 de abril, de 2021 | 13:26

Pavimentação da MG-760 é retomada

Divulgação
Celinho do Sinttrocel esteve na rodovia nesta quarta-feiraCelinho do Sinttrocel esteve na rodovia nesta quarta-feira

O serviço de pavimentação da MG-760, nas proximidades da comunidade de Santo Antônio da Mata, em Marliéria, foi retomado nesta semana. Conforme o deputado estadual Celinho do Sinttrocel (PCdoB), que esteve no local quarta-feira (31), nesta etapa de trabalho o asfaltamento seguirá até o distrito de Baixa Verde, em Dionísio, numa extensão de mais de 20 km.

O parlamentar esclarece que já foi realizada a construção de piso e sub piso e a colocação de uma capa de asfalto de 5 centímetros e depois será impressa mais uma camada de 5 centímeros. “A velocidade das obras é impressionante e o cronograma está sendo cumprido à risca”, afirmou o deputado, lembrando que os recursos para a execução do serviço, R$ 140 milhões, foram liberados pela Fundação Renova a título de compensação pelo desastre da mineração em Mariana, ocorrido em 2015. Esse valor compreende a obra em sua totalidade até o encontro da rodovia com a BR-262, detalha Celinho.

Retomada

Conforme o deputado, seu mandato articulou junto ao Governo Zema uma solução para a continuidade das obras, que foram paralisadas em 2018. “Realizamos diversas audiências públicas para debater o assunto na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Realizamos ações e encontros junto ao vice-governador de Minas, Paulo Brant e ao secretário de Infraestrutura e Mobilidade à época, Marco Aurélio Barcelos, para a busca de soluções para a retomada das obras”, lembrou Celinho do Sinttrocel.

No momento em que as obras têm continuidade, o parlamentar lembra que foi o interlocutor, com lideranças políticas, empresariais e da sociedade civil do Vale do Aço, para incluir as obras da LMG-760 e da Estrada-Parque Bispo Dom Helvécio no planejamento da Fundação Renova, como forma de compensar os danos ao Parque Estadual do Rio Doce (Perd) pelo desastre na mina de Fundão.

A primeira fase compreendeu os entendimentos entre a Fundação Renova e o Governo de Minas e foi vencida com a aprovação dos recursos pelo Comitê Interfederativo da Renova (CIF), no mês de janeiro de 2020. “Em seguida, iniciou-se a busca do formato jurídico mais adequado a ser apreciado pelo Conselho Curador da Renova”, detalha o parlamentar.

Após as consultas jurídicas necessárias com a 12ª Vara da Justiça Federal para garantir maior segurança na execução dos recursos, foi aprovado pelo Conselho Curador da Renova o instrumento jurídico para a liberação de R$ 128 milhões para as obras da MG-760 no trecho que liga o município de São José do Goiabal ao distrito de Cava Grande, no município de Marliéria, com 57 quilômetros de extensão.

Celinho lembra que o CIF e o Conselho Curador da Renova aprovaram também um montante de R$ 12 milhões para as obras da Estrada Parque Bispo Dom Helvécio que liga o município de Marliéria ao Parque Estadual do Rio Doce, com extensão de 14,2 km e que já teve seu processo de licitação iniciado.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Moura Carneiro

02 de abril, 2021 | 16:00

“Vai ajudar muitas pessoas.”

Anti Mico

02 de abril, 2021 | 12:16

“Só acredito vendo!!!”

Edilson

02 de abril, 2021 | 09:29

“Se não fosse 1 de abril eu acreditaria nessa obra ..”

Envie seu Comentário