30 de março, de 2021 | 16:58

Thiago Neves se diz arrependido de provocar Atlético

Bruno Haddad/Cruzeiro
''Me arrependo de várias coisas que eu falei sobre o Atlético'', afirma jogador ''Me arrependo de várias coisas que eu falei sobre o Atlético'', afirma jogador

Em entrevista ao programa 'Bem, Amigos', do SporTV, o meia Thiago Neves relembrou a queda do Cruzeiro para a Série B em 2019. Ele pontuou que quando o treinador Rogério Ceni deixou a Raposa, ainda na 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, o risco de queda era quase 100%.

"O Rogério pegou um ambiente com jogadores bem desanimados, todo mundo desacreditado, sabendo que o rebaixamento naquele momento era quase 100%", relatou o jogador do Sport.
Ele acrescenta que foi acontecendo uma coisa aqui, outra ali. “Erros de jogadores, erros do Rogério também, da sua postura, erros da diretoria, em prometer coisas e não cumprir. Foi virando uma bola de neve e acabou acontecendo essa tragédia com o Cruzeiro", completou.

Quando era jogador do Cruzeiro, Thiago Neves ficou marcado por provocar o rival Atlético. Isso fez com que a torcida alvinegra o recusasse na Cidade do Galo no ano passado, quando Sampaoli pediu a sua contratação. "Eu, hoje, com a cabeça que estou, não faria as coisas que eu fiz. Me arrependo de várias coisas que eu falei sobre o Atlético, outras coisas na época de Fluminense e Flamengo, então, quando você vai pegando uma experiência, você vê os erros que cometeu no passado. Não quero que meus filhos façam o mesmo que eu fiz", afirmou.

"Na época do Cruzeiro, de tanto que eu falei do Atlético, tiveram problemas com os meus filhos na escola, de ameaças. Eu me arrependo muito. Se tivesse pisado um pouco no freio, acho que poderia ter sido um jogador melhor", ponderou .
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário