03 de março, de 2021 | 17:21

Cidades de Minas terão onda roxa e toque de recolher

Agência Minas/Divulgação
Governador Romeu Zema implanta a Onda Roxa com toque de recolher para cidades de Minas com possibilidade de colapso na saúdeGovernador Romeu Zema implanta a Onda Roxa com toque de recolher para cidades de Minas com possibilidade de colapso na saúde

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), confirmou nesta quarta-feira a criação de uma Onda Roxa do programa Minas Consciente, que impõem medidas mais duras contra a propagação da covid-19 em cidades que apresentaram risco iminente de colapso na saúde pública devido à doença. Entre as medidas que essa fase prevê, está um toque de recolher.

O anúncio foi feito durante um pronunciamento do chefe do executivo estadual por meio de uma live realizada nos perfis oficiais de Zema nas redes sociais na tarde desta quarta-feira (3). Além do governador de Minas, estavam presentes o secretário de Estado de Saúde, o doutor Carlos Eduardo Amaral, e a superintendente de Vigilância Epidemiológica Janaína Passos de Paula.

“Estamos falando do colapso da rede de saúde na região. Não é um problema municipal mais. É um problema regional. A prefeitura (das cidades) que estiver na região da onda roxa terá duras restrições quanto às atividades econômicas e horários”, explicou o governador. Veja logo abaixo a lista das cidades incluídas nas medidas restritivas.

Dados da Secretaria de Saúde de Minas indicam que até esta quarta-feira (3), 893.645 mineiros já se infectaram com a covid-19 e desse total, 18.872 morreram por causa da doença. Somente hoje foram registrados 6.565 novos casos confirmados e 227 novos óbitos.

Como fica a autonomia dos municípios?

Questionado acerca da determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito da autonomia de governadores e prefeitos sobre medidas de prevenção à pandemia de covid-19, Romeu Zema afirmou que a prerrogativa dos prefeitos é de tomarem a decisão sobre o mais adequado aos seus municípios.

“Mas o mérito aqui é o sistema regional de saúde, que incluem uma série de municípios. Nós tentamos manter essa decisão o máximo possível, quase um ano. Agora nós estamos falando de algo acima dos prefeitos, dessas regiões em específico", alertou.

Onda Roxa

Nesta fase, as cidades não vão ter opção de aderirem ou não ao programa Minas Consciente. No caso do Vale do Aço, as quatro maiores cidades já estão fora do programa. As regiões Noroeste do Estado e Triângulo Norte foram enquadradas nessa Onda Roxa e vão permanecer com medidas de restrição pelos próximos 15 dias. Após esse período, a situação vai ser analisada novamente, podendo se manter ou deixar essa fase.

Enquanto a medida estiver em vigor, a circulação de pessoas e veículos nas localidades fica limitada a serviços essenciais. Entre 20h e 5h, haverá toque de recolher. Pessoas sem máscara não poderão frequentar espaços públicos ou de uso coletivo.

Quem estiver com sintomas de gripe também não pode circular nas ruas, a não ser em caso de deslocamentos para consultas médicas.

Poderão funcionar apenas atividades consideradas essenciais, como os estabelecimentos de alimentação por delivery.
Eventos com aglomerações, ainda que com caráter familiar, estão proibidos. Haverá barreiras sanitárias.

Cidades de Minas Gerais na Onda Roxa



TRIANGULO DO NORTE: 27 municípios

Abadia dos Dourados, Araguari, Araporã, Cachoeira Dourada, Campina Verde, Canápolis, Capinópolis, Cascalho Rico, Centralina, Coromandel, Douradoquara, Estrela do Sul, Grupiara, Gurinhatã, Indianópolis, Ipiaçu, Iraí de Minas, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Monte Carmelo, Nova Ponte, Patrocínio, Prata, Romaria, Santa Vitória, Tupaciguara, Uberlândia

NOROESTE: 33 municípios

Arapuá, Arinos, Bonfinópolis de Minas, Brasilândia de Minas, Buritis, Cabeceira Grande, Carmo do Paranaíba, Chapada Gaúcha, Cruzeiro da Fortaleza, Dom Bosco, Formoso, Guarda-Mor, Guimarânia, João Pinheiro, Lagamar, Lagoa Formosa, Lagoa Grande, Matutina, Natalândia, Paracatu, Patos de Minas, Presidente Olegário, Riachinho, Rio Paranaíba, Santa Rosa da Serra, São Gonçalo do Abaeté, São Gotardo, Serra do Salitre, Tiros, Unaí, Uruana de Minas, Varjão de Minas, Vazante.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário