23 de fevereiro, de 2021 | 14:20

Atlético busca treinador que fique até o fim de 2022

Pedro Souza
Diretor de futebol Rodrigo Caetano explicou o perfil de profissional que o Atlético precisaDiretor de futebol Rodrigo Caetano explicou o perfil de profissional que o Atlético precisa

Depois da saída de Jorge Sampaoli para o Olympique de Marseille, informação confirmada pelo próprio treinador no fim da tarde de segunda-feira (22), em um comunicado, o Atlético vai ao mercado em busca de um novo comandante. Segundo o diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano, o treinador precisa se encaixar no projeto do clube, manter um jogo com intensidade, equilíbrio e utilização de atletas da categoria de base.

Os alvos do Galo seriam Cuca, ex-Santos e Renato Gaúcho, técnico do Grêmio. Rodrigo Caetano, porém, diz que a escolha será feita por meio de entrevistas com os postulantes ao cargo.

"Filosofia: cada vez mais ter as categorias de base próximas para o decorrer do ano abrir espaço para os jovens. O projeto é do Galo e o treinador tem que ter esse entendimento. Ele será uma peça dentro da engrenagem. Esse é o espírito. Vamos ter a calma e a responsabilidade na escolha do treinador", explicou Caetano.

O diretor de futebol disse ainda que não procurou Renato Gaúcho. Caso isso seja fato, a negociação com Renato deve ter início após a decisão da Copa do Brasil, que será disputada por Grêmio e Palmeiras, no dia 7 de março.

A escolha do Atlético precisa mesmo ser cuidadosa, já que a intenção do clube é contratar um profissional que fique até o fim de 2022, ano em que será inaugurada a Arena MRV, estádio próprio do Galo.

Por Sampaoli ter deixado o Atlético antes do fim do contrato, que iria até dezembro deste ano, ele terá que pagar multa de R$ 4 milhões. Com isso, os valores que o clube deve ao argentino (como premiação por ter terminado o Brasileirão no G4) serão descontados desse montante.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário