18 de fevereiro, de 2021 | 16:17

HMVB realiza primeiro parto com acompanhamento de intérprete de Libras

Divulgação
A intérprete, que é amiga da mãe, deficiente auditiva, contribuiu para uma melhor comunicação na hora do partoA intérprete, que é amiga da mãe, deficiente auditiva, contribuiu para uma melhor comunicação na hora do parto

A Fundação São Francisco Xavier (FSFX) destaca a humanização e a inclusão na rotina de atendimento às pessoas nos hospitais administrados por ela. Exemplo disto aconteceu no Hospital e Maternidade Vital Brazil (HMVB), de Timóteo, quando a gestante, deficiente auditiva, Kelly Cristina Vasconcelos Martins Moreira, acompanhada de uma amiga que é intérprete de Libras, deu à luz ao seu bebê, Nicolas Lucca Vasconcelos Moreira, nesta semana. Foi a primeira vez que o HMVB realiza um parto com esse tipo de acompanhamento, informou a FSFX.

A profissional de Libras acompanhou o parto a pedido da mãe. A presença da intérprete, que será madrinha de Nicolas, ajudou muito na comunicação com a equipe e na experiência do parto, que foi realizado pela médica Vanessa Yuri Nakaoka Elias da Silva devido a uma anormalidade no desenvolvimento gestacional que se caracteriza pela baixa produção de líquido amniótico chamada Oligohidrâmnio. Tanto a mãe quanto o recém, nascido passam bem. “Me senti muito tranquila e acolhida durante todo o tempo na maternidade. Foi tudo ótimo”, contou.

“Foi uma situação inédita e recebida com muito carinho por todos da equipe do Hospital e Maternidade Vital Brazil. Esse atendimento demonstra que a inclusão e a humanização estão presentes em nosso dia a dia enquanto instituição de saúde”, disse o Superintendente do Hospital e HMVB e Hospital Márcio Cunha, Bruno Nunes Ribeiro.

Vital Brazil

A FSFX assumiu o Hospital e Maternidade Vital Brazil em caráter emergencial em setembro do ano passado. Desde então, a Instituição vem gerindo recursos e promovendo o funcionamento saudável da unidade, com precisão, aporte tecnológico e zelo pelos pacientes. Desde o último dia 31 de dezembro, o contrato foi oficializado para mais seis meses.

O HMVB conta com 73 leitos, destes, são dedicados a atendimento ao Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade conta com a prestação de serviços de Terapia Intensiva (UTI) adulto; leitos de Internação para atendimento às especialidades de clínica médica, pediatria, cirurgia geral e ortopedia, além da maternidade e o apoio ao diagnóstico.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário